pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Julho 2015

Sobre o autor

Fátima Moura

Fátima Moura

É realmente intrigante o poder que a internet tem sobre a mente e as atitudes das pessoas, principalmente os jovens.

A nova moda postada nas redes sociais é a brincadeira Charlie Charlie Challenge que já virou atração até entre adultos, desavisados das verdades espirituais que nós espíritas já conhecemos bem.

Segundo a lenda, Charlie era uma criança mexicana que morreu de modo trágico e acabou se tornando um espírito maligno que ressurge para assustar as pessoas, bastando para isso desenhar uma cruz num papel em branco. Escrevendo sim e não nos espaços em branco, você começa o jogo com a pergunta: Charlie, Charlie, você está aí?

Dentro de nossas escolas, a moda se espalha de modo vertiginoso. Muitos de nossos alunos estão totalmente voltados para a nova brincadeira e vezes sem conta, sempre que somos convidados a fazê-lo, tentamos explicar que a evocação de um espírito é um assunto muito sério e que não devemos brincar com forças que não conhecemos,

O Assunto se tornou tão sério e perigoso, que até o padre José Antônio Fortea, exorcista do Vaticano, veio a público alertar os jovens sobre os perigos de uma brincadeira desse nível.

"Alguns espíritos que estão na origem dessa prática vão perturbar participantes desse jogo", afirmou o padre. "As pessoas realmente podem sofrer as piores consequências por causa desses demônios", alertou José Antônio, que usou também a mídia impressa e as redes sociais para divulgar esse alerta.

O que muitos jovens talvez ainda não saibam é que toda essa movimentação na internet não passou de uma jogada de marketing para promover o lançamento de um filme de terror chamado “A Forca” (The Gallows), produzido por Jason Blum, responsável pelas franquias “Atividade Paranormal”, “Sobrenatural” e “Uma Noite de Crime”.

Para nós, que estudamos a Doutrina Espírita, essa prática também é totalmente desaconselhável. O ato de evocar um espírito pode trazer consequências extremamente graves. Inspiradas em mera curiosidade e sem nenhum preparo das pessoas envolvidas, podem converter-se em porta aberta a graves obsessões.

No item 274 do Cap. XXV d’O Livro dos Médiuns, Kardec nos diz: "Podemos evocar todos os Espíritos, seja qual for o grau da escala a que pertençam: os bons e os maus...". Podemos evocar todos os espíritos, mas isto não quer dizer que todos vão atender os nossos chamados. Eles virão conforme a nossa evolução, a necessidade e a seriedade do trabalho proposto. 

Segundo Kardec, espíritos sérios jamais atenderiam a um chamado desse nível, abrindo lugar para espíritos levianos e desocupados, mais doentes do que nós e o resultado pode gerar consequências assustadoras.

Como já afirmamos em artigo anterior, o mundo espiritual virou modismo. Tantas séries, filmes e literatura sobre o tema não explicitam os riscos reais, nem o respeito que se deve ter com nossos irmãos que já deixaram o corpo físico.

Obsessores ou obsidiados, precisamos escolher de que lado estamos, mas isso é assunto para uma próxima conversa.


*************************

Compartilhar

Vídeos

Pesquisa

Login

Topo Cron Job Iniciado