pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Dezembro 2015

Alcebíades Dulcídio lia o jornal enquanto aguardava o café preparado pela esposa. Deteve-se no horóscopo, observando seu signo: As influências astrais são negativas. Haverá tendência para a irritação. Cuidado na direção de seu automóvel. Controle as refeições, evitando problemas digestivos.

– Pelo visto – comentou – estou em baixo astral.

– Ora, meu bem, isso tudo é tolice...

– Tolice é você falar do que não sabe!... Trata-se de uma ciência!

– Pseudociência…

– Não seja ignorante! Será que você tem de me contrariar sempre?

Alcebíades mal terminou o lanche. Saiu irritado, sem se despedir. Tomou o automóvel e, ainda empolgado pela grossura da mulher, não reparou em ligeiro desvio da direção, o que o levou a raspar um dos para-lamas na parede, amassando-o.

Verberando intimamente a esposa, a quem considerava culpada pelo acidente, partiu para o escritório. Trabalhou com dificuldade, sem conseguir superar incômoda intranquilidade, em face dos acontecimentos da manhã. Não almoçou bem, acometido por terrível azia. Foi um dia péssimo, coroado por áspero desentendimento com um subordinado.

Na manhã seguinte, ei-lo a ler o seu horóscopo.

Dia favorável. Terá alegrias no lar. Irá tudo muito bem no serviço profissional. Saúde perfeita nesse período.

Dulcídio animou-se. Não se atreveu a comentar com a mulher, mas, mais solto, conversou durante alguns minutos. Ao partir beijou-a, carinhoso. Fez ótima viagem rumo ao escritório, assoviando, eufórico. Não houve problemas digestivos. Almoçou tranquilo. Pediu desculpas ao funcionário que agredira verbalmente. Ótimo dia!

Ao sair do serviço, à tarde, não se conteve. A redação do jornal ficava nas imediações. Foi até lá. Queria conhecer o astrólogo e parabenizá-lo pela exatidão de suas previsões.

Naquele horário a redação estava quase deserta. Encontrou apenas um rapazinho que datilografava algo. Perguntou pelo titular da coluna astrológica.

– Não temos...

– Não? E quem faz as previsões?

– Sou eu. Agora mesmo estou preparando horóscopo de amanhã.

– É aprendiz de astrologia?

– Não entendo nada do assunto. Mas não é difícil. Há centenas de previsões redigidas. É só copiar...

– E há uma orientação para selecionar os textos?

– Não, senhor! Dou uma mexida e escolho ao acaso...

Dulcídio deixou aturdido a redação do jornal.

– Meu Deus! – comentou consigo mesmo – se, por engano escreverem que os nascidos em determinado signo vão morrer naquele dia, são capazes de matar muita gente!

                                                           ***

O Homem é senhor de seu próprio destino. As influências mais sérias que venha a sofrer condicionam-se à sua própria vontade...

Por isso, vaticínios relacionados com a vida diária, baseados em meras especulações astrológicas, eventualmente talvez possam concretizar-se, mas apenas na medida em que lhes dermos o aval da aceitação.

 

Assista no YOUTUBE:

Cinco Minutos de Espiritismo.

05 – Fundamentos filosóficos da reencarnação

https://youtu.be/WRkpA-4Ll2c

Compartilhar

Vídeos

Mala direta

Deixe seu nome e email e receba nossas mensagens gratuitamente em seu email.
Nome*
O nome é necessário!

E-mail*
Email inválido!

Login

Topo Cron Job Iniciado