pteneofrdeites

Mais Populares

Médium dotado de diversas faculdades, tais como clarividência, clariaudiência, psicometria, psicografia, psicofonia de voz direta, desdobramentos conscientes e espontâneos e sobretudo, ectoplasmia de efeitos físicos, nos quais se destacam: materializações de cura, aportes, bi-corporidade e transfiguração.

 


1 - Quando começou sua mediunidade de pictografia?

R: Minha mediunidade de psicopictografia começou  aos 13 anos de idade, por uma vontade fora do comum de retratar irmãs de Caridade. Era uma ação de nenhum controle de minha mente e minha vontade.

Sou médium desde  tenra idade, vendo, ouvindo e até brincando com os  espíritos. Somente aos 13 anos a mediunidade tornou-se parte efetiva em minha vida. Os  espíritos começaram a mostrar que eu tinha um trabalho a desempenhar com eles. No início, eles não assinavam as telas e desenhos e levei muito tempo para identificá-los com mais clareza.

2 - Quantos Espíritos se manifestam utilizando sua mediunidade? Quem são?

R: São centenas. Os pintores são mais de 100 e ainda tem os escritores, os  espíritos ligados a socorro espiritual. A falange é grande e a cada dia se apresentam novos colaboradores para a tarefa.

3 - Como você vê a arte da pictografia?

R: Vejo  como um chamado dos  espíritos amigos para que os homens pensem sobre a possibilidade da comunicação dos  desencarnados e na imortalidade dos  espíritos. É um chamado para as consciências onde todos tenham direito de ver e se sentir  tocados pelo fenômeno.

4 - Considera a pictografia uma terapia espiritual para aqueles que a admiram?

R: A arte de  forma  geral mexe com o psiquismo das pessoas. Quem não se encanta, não se admira com uma obra bem retratada?  A linha, a inspiração e as cores provocam emoção. A pintura mediúnica é assim, ela mexe com o psiquismo e sabemos que os  espíritos utilizam o recurso da cromoterapia para ajudar em tratamentos  espirituais às pessoas que estão assistindo o trabalho ou à distancia pelo pensamento dos encarnados. Uma verdadeira terapia de cura através da cor.

5 - Você realiza trabalhos fora do Brasil com espíritos presos à terra.  Quem são os espíritos que supervisionam este trabalho e como é realizado?

R: Fora do país o trabalho é dirigido por diversas entidades : O espírito de Teresinha de Lisieux, Rei Sol, Vianey Cura Dars e Joana Darc, dentre outros. Quando estou na França faço o trabalho único de resgate de almas e nunca ouvi falar de trabalhos realizados por médiuns nesse setor.

6 - Realiza outros trabalhos com os Espíritos? Quais?

R: Na Europa e na América Latina esse trabalho é destinado na ajuda em  esclarecer espíritos ainda presos aos seus assuntos terrenos, que ainda não se desligaram de seus antigos lares e por isso mesmo ficam influenciando os familiares , amigos ou mesmo vivendo com os  vivos  como se fossem ainda encarnados. É comum vermos esses  irmãos ainda  fazendo o mesmo percurso  antigo do trabalho material.

7 - Quais os tipos de mediunidade você possui?

R: Possuo a mediunidade de vidência, audição, psicofonia, efeitos físicos ( voz direta transporte, olorização), psicografia, psicopictografia, psicometria, xenoglossia, transporte, desdobramento...

8 - Qual o fato que mais marcou sua vida mediúnica?

R: Todos os fenômenos sempre marcam o médium. Os primeiros encontros com Aleijadinho, Renoir, José Grosso, Scheilla e meu mentor Natanael foram marcantes. As materializações de  espíritos amigos com diversos médiuns e companheiros onde participei como doador também. São tantos os fenômenos naturais, que encaramos todos os fatos como bênçãos que não merecemos. Mas estamos procurando trabalhar no bem  a fim de merecer a confiança de nossos benfeitores.

9 - Recentemente você foi entrevistado pela TV Globo no programa da Xuxa. O que tem a dizer?

R : Foi uma experiência  maravilhosa. Xuxa e sua equipe fizeram  um trabalho de qualidade, mostrando a  espiritualidade e apresentando ao público o fenômeno da pintura como ele é sem  desmerecer os  espíritos que o produzem através do médium. Fico feliz de saber que pessoas como as que fazem parte da produção desse programa tenham realizado um trabalho extraordinário tratando o fenômeno com todo o respeito que ele merece.

10 - Qual a sua mensagem para os leitores do Correio Espírita?

R: Amigo Saulo, agradeço aos leitores do Correio Espírita por poder conceder essa oportunidade de falar do fenômeno da psicopictografia.  Um dia,  esse e outros fenômenos serão muito comuns e a humanidade irá usufruir as bênçãos  superiores do alto. Que todos encontrem a paz e o equilíbrio e que sejam felizes dentro de suas ações. O importante é fazer o bem.  Muita Paz!

Aos que desejarem conhecer nosso trabalho  entram no facebook  ou mesmo procure entrar em contato com nosso Twitter : https://twitter.com/#!/livinhorocha

Nossa  instituição chama-se “ Fundação Nova Consciencia!”

Quem quiser adquirir nossas obras psicografadas entra em contato com todas as livrarias, distribuidora Boa Nova, Mauad X

Um grande abraço a todos!

Compartilhar

Vídeos

Mala direta

Deixe seu nome e email e receba nossas mensagens gratuitamente em seu email.
Nome*
O nome é necessário!

E-mail*
Email inválido!

Login

Topo Cron Job Iniciado