pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Setembro 2014

Sobre o autor

Marcus de Mario

Marcus de Mario

Compartilhar -

Muitas pessoas duvidam que Deus ouça as preces que lhe endereçamos e, por isso, não acreditam no poder da prece ou oração. Seja por falta de fé ou por acharem que Deus é ocupado demais para prestar atenção a cada um dos seus filhos, deixam de utilizar essa ferramenta muito útil que tantos benefícios pode nos proporcionar.

Sim, afirmamos, Deus ouve nossas preces e sempre nos atende, talvez não da maneira como gostaríamos, mas sempre com o que realmente necessitamos e podemos receber. O Espiritismo explica bem como isso acontece, pois toda prece significa emissão de energia mental que atravessa o fluido cósmico universal e, dependendo da força do pensamento, da fé que impregna nossa rogativa, essa energia mental chega inclusive a planos espirituais superiores. Em todas as esferas espirituais existem equipes de espíritos benfeitores encarregados de receber, classificar e avaliar as preces, encaminhando assim o atendimento que se faça possível, sempre obedecendo aos parâmetros da lei divina.

Deus não derroga, não transforma suas leis por causa de um pedido nosso, e sim utiliza da flexibilidade dessas próprias leis, de acordo com nossos méritos, para nos atender, mas sem levar em conta nossos caprichos, pois, como ensinou Jesus, o que prevalece é a vontade do Pai, e não a nossa, isso porque Ele é perfeito e soberanamente justo e bom.

Diante da dor, da aflição, do sofrimento, de um problema podemos orar, mas colocando fervor, fé em nossa rogativa. Diante de uma alegria, de momentos felizes, devemos orar em agradecimento. Diante do esplendor da vida, devemos orar em louvor a Deus.

A prece, da mais singela até a mais emotiva, deve sair de nosso coração, e ninguém precisa saber que a estamos formulando. E também não é o número de palavras ou tempo de duração que dá mais poder à prece. A sinceridade, a humildade e a fé são os elementos que potencializam a oração e fazem com que ela possa ser atendida. Assim, tenha certeza que Deus ouve suas preces e que Ele, com sua infinita misericórdia, nunca deixará de atender às rogativas de um filho seu.

 

Marcus De Mario é Educador; Escritor; Palestrante e Consultor Educacional.

 

 

 

 

 

 

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado