pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Janeiro 2015
Compartilhar -

REVOLUÇÃO ALIMENTAR NA TERRA E NO CÉU – ADVERTÊNCIA DE EMMANUEL SOBRE INGESTÃO DE VÍSCERAS DOS ANIMAIS – NUTRIENTES QUE MERECEM ATENÇÃO NA DIETA VEGETARIANA, SEGUNDO O MÉDICO NUTRÓLOGO DR. ERIC SLYWITCH – O PRATO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Nos últimos séculos, conforme descrito no capítulo 9 do livro Nosso Lar (André Luiz/Chico Xavier), a cidade extrafísica que dá nome a essa obra mediúnica passou por uma verdadeira revolução no modo de nutrição dos corpos espirituais de seus habitantes:

“Rezam os anais que a colônia, há um século, lutava com extremas dificuldades para adaptar os habitantes às leis da simplicidade. Muitos recém-chegados ao "Nosso Lar" (...) queriam mesas lautas (...) dilatando velhos vícios terrenos. (...) O Governador atual, todavia, não poupou esforços (...) adotou providências justas. (...) Alguns colaboradores técnicos de Nosso Lar manifestavam-se contrários, alegando que a cidade é de transição e que não seria justo, nem possível, desambientar imediatamente os homens desencarnados, mediante exigências desse teor, sem grave perigo para suas organizações espirituais. O Governador, contudo, não desanimou (...) requisitou assistência de nobres mentores, que nos orientam através do Ministério da União Divina. (...) Os serviços de alimentação, em "Nosso Lar", foram reduzidos à inalação de princípios vitais da atmosfera. (...) Findo o período mais agudo, a Governadoria estava vitoriosa. (...) Reduziu-se a expressão física e surgiu maravilhoso coeficiente de espiritualidade”.

Assim como os habitantes de Nosso Lar, nós, encarnados, recebemos de elevados benfeitores espirituais, que guiam o movimento espírita brasileiro, diretrizes a respeito de alimentação, principalmente através da notável mediunidade de Francisco Cândido Xavier.

 

ADVERTÊNCIA DE EMMANUEL

Em concordância com a declaração de outros autores espirituais*, Emmanuel, no livro O Consolador, em resposta à questão 129, nos adverte que "a ingestão das vísceras dos animais é um erro de enormes consequências (...). É de lastimar semelhante situação". E assevera que "se o estado de materialidade da criatura exige a cooperação de determinadas vitaminas, esses valores nutritivos podem ser encontrados nos produtos de origem vegetal, sem a necessidade absoluta dos matadouros e frigoríficos”.

Esta orientação espiritual se deu em 1941. E ao final do século XX, as principais sociedades científicas de todo o mundo vieram a confirmar a instrução dada pelo mentor.

Com isso, semelhantemente ao povo da cidade no "além", a transição bate a nossa porta exigindo mudança.  E já não há mais por que atrasarmos esse processo fundamental para o nosso planeta de provas e expiações se tornar um mundo de regeneração. Nos alimentarmos dos corpos dos nossos irmãos, os animais, desponta como algo desnecessário para nós e doloroso para eles. E o curso das mudanças indica a necessidade da busca da melhora espiritual e da reformulação de hábitos.

DIETAS VEGETARIANAS PLANEJADAS

De forma emblemática, a Academia Americana de Nutrição e Dietética, através de revisão da literatura científica atual, declarou formalmente que “dietas vegetarianas adequadamente planejadas, incluindo dietas vegetarianas totais ou veganas, são saudáveis, nutricionalmente adequadas, e podem prover benefícios à saúde na prevenção e tratamento de certas doenças. Sendo apropriadas para indivíduos durante todos os estágios do ciclo da vida”. Recentemente, o Ministério da Saúde lançou o "Guia Alimentar Para a População Brasileira" no qual foi registrado que o consumo de carnes ou de outros alimentos de origem animal não é essencial para uma alimentação saudável, exigindo-se apenas maior atenção na combinação dos alimentos.

Assim, esse artigo tem por objetivo orientar quanto às formas nutricionalmente saudáveis de substituirmos as carnes de nossa alimentação e darmos início, desde já, à transição necessária.

 

NUTRIENTES NA DIETA VEGETARIANA

É comum o questionamento sobre qual seria a fonte de proteína, com a retirada da carne da alimentação. O médico nutrólogo, especializado em alimentação vegetariana e diretor do departamento de Medicina e Nutrição da SVB (Sociedade Vegetariana Brasileira), Dr. Eric Slywitch, esclarece que todos os aminoácidos presentes na carne são encontrados de forma bastante segura no reino vegetal. As leguminosas como lentilha, ervilha, grãos de soja e grão-de-bico ganham um papel primordial na alimentação sem carne.

        E quando a preocupação é a ingestão adequada de ferro, ressalta que este mineral é encontrado em abundância nos vegetais, sendo importante tomar alguns cuidados para garantir a sua absorção adequada. Alguns nutrientes aumentam a absorção do ferro, como as frutas ou vegetais folhosos crus, que são abundantes em vitamina C. Além disso, uma boa forma de potencializar a absorção deste mineral é retomar o antigo hábito de deixar os feijões de molho de um dia para o outro, substituindo a água antes de cozinhá-los.

                Patrícia Duque Estrada, nutricionista especialista em alimentação vegetariana ressalta a importância de outros nutrientes, como o ômega 3, que é encontrado nas sementes e óleos de chia e linhaça, sugerindo-se o consumo diário de uma colher de chá de óleo de linhaça sem ser aquecido. A profissional lembra que tomar sol diariamente é uma boa forma de manter a saúde óssea, garantindo níveis adequados de vitamina D. E reforça que o cálcio pode ser encontrado em diversos alimentos do reino vegetal, tais como nos vegetais verde escuros, representados pelo brócolis, couve, agrião, rúcula e coentro, além de leites vegetais fortificados, como o leite de soja, nas leguminosas e castanhas (como amêndoas e avelã) e em algumas sementes, como gergelim, linhaça, chia e girassol.

        Aos que quiserem se abster de todos os produtos de origem animal em suas refeições, recomendo atenção especial para a vitamina B12, procurando alimentos já enriquecidos com ela (como cereais matinais e leites vegetais). Além disso, o uso profilático de suplementação com B12 é uma boa forma de mantê-la em níveis adequados no sangue.

 

O PRATO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

As Escolas de Medicina e de Saúde Pública de Harvard publicaram recentemente uma orientação visual simplificada de como se alimentar adequadamente. O “Prato da alimentação saudável” inclui dentre seus componentes a presença de vegetais variados e frutas, grãos integrais (tais como arroz, macarrão e pães integrais) e proteínas de boa qualidade (como, por exemplo, os feijões), distribuídos conforme ilustração acima.

    

A REVOLUÇÃO ALIMENTAR E A NOVA ERA DE REGENERAÇÃO

    A alimentação sem carne é extremamente benéfica à saúde física e também à espiritual, mas acima de tudo, é um ato de amor e compaixão com os outros seres da criação divina. Não percamos mais tempo com desculpas para continuarmos nos alimentando dos corpos mortos de nossos irmãos animais.  Inspiremo-nos na revolução de Nosso Lar, que muito contribuiu para o desenvolvimento espiritual daquela colônia, e façamos nossa própria revolução alimentar, seguindo as orientações dos mentores e colaborando com eles nesta tarefa de elevação da Terra de planeta de provas e expiações para a nova era de regeneração.

 

Bibliografia espírita sobre alimentação com carne:

O Consolador (Emmanuel/Chico Xavier), questão 129; Alvorada do Reino (Emmanuel/Chico Xavier), cap. "Na senda de Ascensão"; Livro Emmanuel, cap. 17; Missionários da Luz (André Luiz/Chico Xavier), cap. 4; Os Mensageiros (André Luiz/Chico Xavier), cap. 42; Cartas e Crônicas (Humberto de Campos (Irmão X/Chico Xavier), cap. 4 e Contos e Apólogos (Humberto de Campos (Irmão X /Chico Xavier), cap. 15.

 

Informações importantes

Se a sua vontade já for suficiente para essa mudança, fortaleça suas razões lendo e se informando sobre o assunto. Assista aos documentários: A carne é fraca, A Engrenagem, Terráqueos, Al Gore, Da fazenda à Geladeira, Uma verdade inconveniente e, logo na sequência, Uma verdade mais que inconveniente. Interessante assistir também vídeos sobre nutrição como os do nutrólogo Eric Slywitch, no site da SVB, e ao filme Trocando a faca pelo garfo. Consulte os sites: www.alimentacaosemcarne.com.br, www.nutriveg.com.br, www.svb.org.br, www.guiavegano.com.br; e os livros: Alimentação sem Carne e Virei Vegetariano, e agora?, da autoria de Dr. Eric Slywitch, editora Alaúde, e a Revista dos Vegetarianos, mensalmente nas bancas. 

Nutrição Vegetariana:

 

Informações fornecidas pelo Grupo Veg Rio: “Você encontrará alguns nutricionistas com conhecimento em nutrição vegetariana no site www.vista-se.com.br/nutricao. No Rio de Janeiro, além dos indicados neste site, temos também: Edilene Baldam (Nutricionista), tel. 99996-4094 / 96419-2782, e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.; Laura Ohana (Pediatra e Endócrino Pediatra), tel. 3369-8600 e e-mail/facebook: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.; Vânia Barberan (Nutricionista), tel. 2513-4050; Venize Amazonas (nutricionista), tel. 994894110, e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.; Antônio Claudio Goulart (nutrólogo), tel. 228488 97. Saiba que não cabe ao profissional de saúde questionar os motivos de ordem moral e ética do paciente. É sempre interessante procurar um profissional que respeite a escolha do seu paciente e saiba orientar”.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado