pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Janeiro 2015

Sobre o autor

Marcus de Mario

Marcus de Mario

Compartilhar -

Quando colocamos o pé na estrada e viajamos pelo interior deste País, constatamos o alto nível de desmatamento. Em determinadas regiões são quilômetros a perder de vista, em ambos os lados da estrada, sem conseguir localizar vegetação natural, substituída pela cultura exclusiva de determinado produto, ou pelo pasto para a criação de gado. Nesse quadro, as nascentes sofrem, os animais morrem, o clima fica descontrolado e as estações do ano já não se fazem mais as mesmas.

E se somarmos a isso a poluição dos rios, os gases tóxicos produzidos nas grandes cidades e lançados na atmosfera, mais o desmatamento da floresta amazônica, eis o quadro montado para temporais localizados, secas extremas em outras áreas, verão com sensação térmica de 50 graus, invasão de animais nativos em áreas urbanas das cidades, tudo isso mostrando que o meio ambiente está agonizando e os homens e mulheres estão sofrendo todas essas consequências.

Cuidemos do meio ambiente. É urgente arborizar nossas cidades, a partir dos nossos quintais, e quebrar nossas calçadas para colocação de canteiros gramados, assim permitindo que a água da chuva chegue com mais facilidade ao lençol freático. Também precisamos acelerar a coleta seletiva e a reciclagem do lixo, e deixar de utilizar sacos plásticos para tudo, pois eles danificam a natureza. Precisamos urgentemente reflorestar e também proteger os rios, lagoas e nascentes.

Essas medidas, e tantas outras, não dependem exclusivamente das autoridades públicas, pois igualmente temos que fazer a nossa parte. Não corte aquela árvore só porque suas folhas sujam nossa casa, ela é muito importante. Onde os pássaros vão habitar e cantar? Se for construir, pense numa casa, ou mesmo um puxadinho, que seja ecologicamente correta, com sistema de recolhimento da água da chuva e, porque não, captação de energia solar.

Somos almas imortais que, para nossa evolução, muito necessitamos deste planeta, que é a nossa casa, num empréstimo divino, então temos que cuidar muito bem dela, e não apenas explorar e esgotar seus recursos. Lembremos que todos temos ainda necessidade de nascer de novo, ou seja, de reencarnar, então, respondamos: que planeta queremos encontrar amanhã, no nosso futuro? Pensemos seriamente nisso e façamos agora a nossa boa parte.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado