pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Maio 2016

Sobre o autor

Melissa Santos

Melissa Santos

Compartilhar -

“Quanto faças, realiza-o com alegria”. A frase de Joanna de Angelis, no livro Episódios Diários, lição 40, psicografia de Divaldo Franco, se encaixa perfeitamente no propósito desse grupo do bem, que leva a Doutrina para todo o mundo, através de vídeos com histórias cheias de ensinamentos, reflexões e também boas risadas. A matéria deste mês é especial. Eu entrevistei Fábio de Luca, ator e roteirista, e Fábio Oliviere, ator e produtor do Canal Amigos da Luz, um portal de humor espírita que já encantou milhares de pessoas.

Em março, eles conseguiram a surpreendente marca de 100 mil inscritos na página do Facebook. Alguns vídeos postados no canal do YouTube têm quase 300 mil visualizações. Palestrantes de diversas casas espíritas estão aproveitando esses esquetes para complementar os estudos, como fez Rossandro Klinjey, no lançamento do livro Autoperdão: O aprendizado Necessário, durante exposição na União Fraternal Espírita, em Campina Grande, na Paraíba. Rossandro citou o vídeo Obsessor, que mostra o diálogo entre um rapaz com interferência e um Espírito, que diz que tenta obsediá-lo, mas não consegue, pois o mesmo comete os erros sozinho.

Para quem não conhece ainda o trabalho dos Amigos da Luz, vale muito a pena conferir. O canal existe há pouco mais de um ano. Toda a semana, às sextas-feiras, eles postam vídeos diferentes, que têm em média quatro minutos de duração. O humor é marca registrada nas histórias. Todos os esquetes são baseados em temas que ressaltam uma reflexão ao nosso comportamento no dia a dia e/ou no trabalho nas Casas Espíritas, sempre tendo como base os ensinamentos da Codificação: “o recurso do humor nem é novidade no meio espírita. Chico Xavier usava isso, Divaldo até hoje usa nas palestras. O humor é excelente maneira de colocar em evidência as nossas imperfeições. Esses vídeos de internet são muito fáceis de assimilar, correm o mundo. Então porque não unir isso, as novas tecnologias disponíveis, para falar da Doutrina e divulgar o que a gente acredita?”, explicou Fábio de Luca.

O grupo, que conta com 10 atores, está unido há mais de uma década. Eles se conheceram em casas espíritas da Baixada Fluminense do Rio de Janeiro. O primeiro trabalho junto foi no teatro, com a peça Morrendo e Aprendendo. A produção dos vídeos só começou no ano passado e tem um formato parecido com o de outros grupos de humor na internet, como o Porta dos Fundos e Parafernália: “a gente foi tentando alguns roteiros até conseguir equilibrar a questão Doutrinária com o humor, e é com isso que a gente vai sempre trabalhando. Nosso primeiro vídeo foi Que é Deus?, baseado na pergunta e resposta de O Livro dos Espíritos. A ideia original era seguir a ordem dos ensinamentos da Codificação. Mas acabamos mudando de ideia, e resolvemos falar sobre temas mais do dia a dia, pegando sempre O Livro dos Espíritos e O Evangelho Segundo o Espiritismo como base”, ressaltou Fábio de Luca.

No livro Obras Póstumas, no capítulo Influências perniciosas das ideias materialistas, podemos encontrar duas frases que expressam a importância de trabalhos deste tipo: “que inesgotáveis fontes de inspiração para a arte! Que obras-primas de todos os gêneros as novas ideias suscitarão, pela reprodução das cenas tão multiplicadas e várias da vida espírita!” (...) “Sem dúvida, o Espiritismo abre à arte um campo inteiramente novo, imenso e ainda inexplorado. Quando o artista houver de reproduzir com convicção o mundo espírita, haurirá nessa fonte as mais sublimes inspirações e seu nome viverá nos séculos vindouros, porque, às preocupações de ordem material e efêmeras da vida presente, sobreporá o estado da vida futura e eterna da alma”. 

O Canal Amigos da Luz está cheio de novas ideias: começaram com reuniões semanas de estudo de O Livro dos Espíritos e já escrevem uma websérie espírita, com previsão de estreia ainda para este ano. Além disso, eles também foram convidados para roteirizar e atuar em um filme.

E como não podia deixar de ser, os Amigos da Luz pedem o apoio dos leitores do Correio Espírita, curtindo a página e sugerindo ideias através do (https://youtube.com/CiaAmigosDaLuz) ou Facebook: “nós já recebemos várias sugestões de temas, como aborto, suicídio, homossexualidade... Até política! Mas estamos estudando como melhor trabalhar com eles”.

Veja na sequência mais trechos dessa entrevista divertida e reveladora com os Amigos da Luz.

Entrevista especial com o Canal Amigos da Luz

Como foi a aceitação deste conceito de humor espírita?

Fábio de Luca Nós achamos que muita gente ia entender errado ou levar como deboche, mas a nossa taxa de dislike (pessoas que não gostam) é mínima, menos de 0,1%. O que acontece é que, geralmente, quando as pessoas criticam, é que elas estão preocupadas que o Espiritismo, que é um assunto muito sério, seja banalizado. E esse é realmente o perigo. E é algo que ficamos muito atentos. Por isso, a gente sempre busca fazer o humor em cima das nossas imperfeições, e o Espiritismo chega como uma maneira de corrigi-las.

 

Como vocês veem o uso de novas tecnologias na divulgação do espiritismo?

Fábio de Luca Isso é muito legal! E é importante observar que, assim como nós, existem vários grupos com propostas parecidas, de divulgação pela internet e novas mídias. Quando começamos com o Canal Amigos da Luz, na mesma época surgiu o Espiritismo da Depressão, outra página de humor espírita no Facebook. A própria FEB está com videoblog, e ainda tem os livros com personagens da Turma da Mônica... É todo um movimento que está acontecendo neste sentido.

Quais os vídeos que causaram mais polêmicas?

Fábio de Luca O Taca-lhe Passe, que fala sobre a vaidade no trabalho na casa espírita e o Quantos anos você tem?, que fala sobre os jovens nas casas espíritas. Tem muita gente que chega, e isso é muito saudável, com pontos de vista diferentes e bem embasados do que a gente postou no vídeo. Mas tem também os que criticam só por criticar. Já ouvimos inclusive frases do tipo: “Kardec deve estar se revirando no túmulo”. Primeiro que ele não está no túmulo, pois se ele estiver, o que será da gente depois de desencarnar (risos). A gente é passível de errar. E por isso, sempre pedimos para que quando perceberem algo que destoou ou possa estar errado, falem conosco. Pois a postagem desses vídeos é uma coisa muito séria! 

Fábio Oliviere No Taca-lhe passe, por exemplo, a gente pediu para a atriz Sônia Barbosa fazer movimentos aleatórios, desconexos, justamente para não soar agressivo para ninguém. Mesmo assim, com o nosso cuidado, acabou que em algum momento, a Sônia fez movimentos usados por algumas seitas e religiões. Algumas pessoas se sentiram ofendidas, acharam que era deboche. Mas esse não era o nosso propósito. A gente não queria ofender e nem remeter a nenhum tipo de crença. O que a gente queria era falar sobre a vaidade na casa espírita, do momento em que uma pessoa se utiliza da oportunidade de trabalho no bem para aparecer.

Como vocês veem todo esse sucesso do canal?

Fábio de Luca Isso é muito bacana! Lembro de quando ficamos sem câmera para a gravação e tivemos que fazer uma campanha em um site de financiamento coletivo. A gente achou na época que não ia conseguir, mas em apenas uma semana, ultrapassou muito o número de acessos e doações.

Fábio Oliviere Foi o primeiro grande retorno do nosso trabalho. A primeira vez que a gente realmente sentiu o quanto literalmente investiam na gente e o quão grande era a nossa responsabilidade. A campanha fez um sucesso enorme e com pouca divulgação. Conseguimos comprar a câmera e outros equipamentos que usamos até hoje.

E fora do Brasil, os vídeos já estão sendo acessados em outros países?

Fábio Oliviere Sim, principalmente Portugal, Estados Unidos e Itália. Inclusive já tivemos uns vídeos legendados por pessoas que moram em outros países.

Vocês fazem prece antes das gravações?

Fábio de Luca Nós sempre fazemos uma prece. E todas as segundas de manhã fazemos o estudo do Evangelho.

Qual a mensagem que vocês poderiam deixar para quem tem uma ideia de divulgação da Doutrina, mas ainda está receoso de levar a diante?

Fábio de Luca Que façam! Se for uma coisa possível de fazer, uma música, uma peça, um vídeo, faça e leve para alguém mais experiente avaliar. Mas não deixe de fazer por medo. Procure sempre estar baseado em Kardec, para não ter perigo. Vai na Codificação, nos livros espíritas, no Evangelho todos fontes inesgotáveis de inspiração. E façam porque a internet é um instrumento muito rico, que alcança até outros países.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado