pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Novembro 2016
Compartilhar -

Existem pessoas que, em nome de uma boa educação, supervalorizam formas exteriores de comportamento social e chegam a acreditar que possuem uma educação superior. Ter uma boa educação não é, de forma nenhuma, uma coisa má, entretanto tornar essas coisas um ideal e fator de discriminação não é uma atitude adequada. Além disto, esse cuidado exterior pode ocultar um descuido com a condição interior.

Não vamos nos esquecer de que muitos dos nazistas eram pessoas muito bem educadas e de gosto estético refinado, entretanto, depois de ordenarem a execução de milhares de pessoas inocentes iam ao teatro ouvir óperas ou se deliciar ao som de Bach ou de Chopin. O próprio Adolf Hitler era um apreciador de obras de arte. Continuando este estudo, vamos ver o que Jesus pensava sobre isso.

Então os escribas e os fariseus que tinham vindo a Jerusalém aproximaram-se de Jesus e lhe disseram: por que os réus discípulos violam a tradição dos antigos, uma vez que não lavam as mãos quando fazem as suas refeições?

Jesus lhes respondeu: Por que violais vós a lei de Deus para seguir a vossa tradição. Porque Deus ordenou este mandamento: honra teu pai e a tua mãe e quem maldisser o seu pai ou a sua mãe, certamente morrerá.

Mas vós dizeis: qualquer que disser a seu pai e a sua mãe: o que poderiam aproveitar de mim é oferta ao Senhor; esse de modo algum terá de honrar a seu pai. E, assim, por causa da vossa tradição invalidaste a palavra de Deus.

Hipócritas, bem profetizou o profeta Isaias a vosso respeito: honram-me com lábios, porém, o seu coração está longe de mim, mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. E chamando as si a multidão, disse-lhes: Ouvi e entendei: não é o que entra pela boca que contamina o homem, mas o que sai de sua boca, é isso que o contamina.1

Por este motivo toda casa possuía à disposição das pessoas um cântaro destinado a essas lavagens. A noção de pureza e impureza era uma prática comum ao Judaísmo e uma das regras fundamentais era a lavagem das mãos antes de rituais. Jesus não condena esta regra de higiene mas deixa claro que a lavagem principal não era a do exterior, mas a do interior. De que adianta ao homem ser cuidadoso com as regras da etiqueta, práticas sociais, e continua mentiroso, hipócrita, preconceituoso, discriminador nada indulgente e insensível à dor de seu irmão?

Os espíritos imperfeitos como nós cuidam muito mais do exterior do que do interior porque é muito mais fácil a primeira atitude do que a segunda. Assim, os homens se iludem quando acreditam que o fato de seguirem os preceitos dos cultos que professam, que sabem se comportar nas missas nos cultos, nas palestras espíritas que dominam a técnica da persignação de maneira perfeita estão agradando a Deus. Muito pelo contrário, o que agrada a Deus é um coração puro, movido pelo desejo de servir aos que sofrem.


1 Mateus XV: 1-11

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado