pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Junho 2017
Compartilhar -

A Zita era do "Nosso Lar", informava o Professor e médium César Reis, após a prece e condução do corpo da amiga ao túmulo pelos funcionários do Cemitério do Caju.

Trinta e dois anos. Esse foi o tempo de serviço voluntário no Lar Fabiano de Cristo da Professora Zita Flora de Almeida (24/11/1933-20/04/2017), a idealizadora da Educação Transformadora do Lar Fabiano de Cristo. Tia Zita como era carinhosamente conhecida, foi um exemplo de carinho, de comprometimento e de dedicação à educação. "Sempre valorizei o trabalho para a educação da infância", comentou algumas vezes a saudosa Zita".

Em 1968, como voluntária no Lar Fabiano de Cristo, Zita foi convidada para organizar e desenvolver o primeiro Curso de Preparação de Professores de Jardim de Infância. Só deixou de participar da formação dos profissionais de educação quando o Lar constituiu o departamento educacional, que se responsabilizou pela capacitação dos professores.

Em 1972 iniciou-se o Departamento de Orientação Religiosa (DEORE) aos cuidados da Professora Adelaide Salgado Rodrigues. Zita colaborava periodicamente na confecção dos materiais de evangelização até 1983, quando se tornou adjunta na Gerência Assistencial no Lar Fabiano. Em novembro, assumiu a gerência assistencial, onde ficou até julho de 1995, quando se aposentou e voltou ao trabalho voluntário no próprio Lar Fabiano. 

Em 1999 o trabalho da Professora Zita deu origem à Educação do Ser Integral, onde era trabalhado os valores humanos que abrangem a esfera da reflexão,das emoções da criatividade.

Zita sempre explicava que "o voluntário precisa ter algo dentro dele que o impulsione a fazer o trabalho. A capacitação, a gente pode fazer, mas o voluntariado é algo relacionado com entusiasmo, com alegria íntima de servir. Eu tenho muito entusiasmo pelo trabalho do Lar Fabiano. Quando eu vejo as coisas acontecendo lá na ponta, como o Encontro de Jovens, no Nordeste, ai meu Deus".

Zita Flora de Almeida desencarnou no último dia 20 de abril de 2017 e seu corpo foi velado por uma multidão de amigos no Cemitério do Caju, onde foi sepultado.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado