pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Julho 2018
Compartilhar -

 

 

A decepção é uma força poderosa. Poderosíssima... Reside na expectativa que se quebra e consigo leva a um futuro imaginado no interior de um coração, deixando um gélido vazio nessa sua derrocada.

A expectativa é mãe da decepção, e filha da cegueira. Uma cegueira de enxergar as coisas para além do que elas são, pela nossa ótica, pelos nossos anseios. Uma cegueira de superdimensionamento, de presunção, que “(...) é menos fé do que orgulho, e o orgulho é sempre castigado, cedo ou tarde, pela decepção e pelos malogros que lhe são infligidos.”, como assevera O Evangelho Segundo o Espiritismo.

Um dos remédios contra a decepção é entender que ela faz parte da vida. Que as pessoas, espíritos encarnados, têm as suas imperfeições e estão sempre aquém de nossas expectativas. Expectativas essas que, se veem infladas, em tempos de celebridades, de redes sociais, de promessas de felicidade fácil e duradoura, longe dos desafios terrestres.

Não é uma questão de esperar demais, mas de se esperar mais do que se pode, preso a um imaginário que se quebra, e não permite ver outras coisas boas no mundo real, o que se amplia em tempos de crise de confiança, de heróis desmontados, por uma sociedade que transborda informações, algumas verdadeiras, e na sua maioria falsa. A decepção é figurinha fácil, e nos faz tristes, desesperançosos e tristes.

Jesus, os amigos espirituais, estes não esperam encarnados perfeitos para operar a construção de um mundo melhor. Contam com a gente mesmo, estropiados de caráter, fracos e vacilantes, pois sabem que no desafio, cresceremos. Que na luta, nos superaremos. E traremos outras opções, para alimentar as expectativas.

Sim, pois a expectativa pode ser algo estático, inerte, construído em nossa cabeça a partir de um olhar, mas a realidade sempre nos surpreende e ajusta essas expectativas permitindo modificar essa nossa visão a qual nos aferramos, de sonhos infantis que distam da realidade.

A decepção nada constrói, ela nos paralisa, e se cultivada amiúde, se converte em um ódio violento, que não preenche o vazio por ela deixada. Um ódio que busca destruir no exterior o mundo mágico que construímos em nosso interior, calcado em alicerces frágeis.

Olhar o mundo como ele é, e ver nesse a grandeza da criação. Entender a natureza de espírito encarnado e suas limitações. Elixir para mitigar a decepção, A reencarnação, o conhecimento espírita, também podem nos ajudar nessa luta, calibrando nossa visão do presente e do futuro, figurando com um bom remédio antidecepção.

Mas é preciso querer e saber usá-lo!

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado