pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Janeiro 2016

Sobre o autor

Djalma Santos

Djalma Santos

Compartilhar -

             O Fluido Cósmico Universal é o hausto divino, ou seja, algo que sai de dentro do próprio Deus; uma espécie de força eletromagnética nervosa do próprio Criador; e é com essa substância original, sob o comando do Senhor Supremo da Vida, que as inteligências sublimadas e integradas ao poder de Deus, em processo indescritível para a mente humana, conseguem extrair desse hálito espiritual as energias com que constroem os grandes sistemas da imensidade, materializando assim as Galáxias, as Nebulosas, os Sóis, as Estrelas. Os Planetas e os Satélites, em serviço do plano maior, sempre de acordo com as Leis Divinas que regem à Vida Cósmica.

          Obedecendo as Leis predeterminadas, esses espíritos superiores que vivem ao lado de Deus e que conhecem os seus desígnios, tomam por empréstimo o fluido Cósmico Universal, que em síntese é o Éter Cósmico, e convertem habitações gigantescas de múltiplas expressões, muitas delas radiantes ou obscuras, gaseificadas ou sólidas, que servem de moradias para espíritos em experiências evolutivas, que podem perdurar por milênios e milênios, mas que se desgastam e se transformam, diante do poder de Deus, que reina sobre toda a eternidade.

          Ainda sob o comando de inteligências iluminadas do espaço, surgem nas Galáxias as organizações estelares, com imensos domínios do Universo, demonstrando a evolução em seu plano maior, e com todos gravitando ao redor dos pontos atrativos, obedecendo a uma ação coordenadora, que escapa à percepção humana. No íntimo dessas formações interestelares e assombrosas é que se estrutura a matéria que conhecemos, no seu estado sólido, líquido e gasoso, assim como também o espaço e o tempo, que se renovam constantemente, oferecendo ao homem terreno os campos gigantescos para o progresso do espírito, esse viajor incansável da eternidade.

          Todo esse arcabouço de seres e coisas, desde o macro até o micro, nas linhas da criação   ilimitada, sustenta-se com base nos corpúsculos da mente; corpúsculos e irradiações que, no estado evolutivo em que nos encontramos, não temos condições de definir nada, devido a sua multiplicidade e configuração, nem no estado físico que ostentamos e nem depois da morte, que apenas dilata nossas concepções e nos aclara a nossa introspecção, sem no entanto realizar nenhum milagre, e nem resolve  os problemas relacionados com o Universo em que vivemos, que só pode ser conhecido passo a passo, nos seus espetáculos de grandeza infinita.

          Os Mundos físicos criados a partir do Fluido Cósmico Universal servem de campo de desenvolvimento da alma, com as suas diversas faixas vibratórias, e são acalentadas por irradiações luminosas e caloríficas, como o próprio Sol, que é o nosso Astro Rei, fornecendo o calor necessário à vida na Terra. Temos assim o calor e a luz, que podem ser classificados como irradiações nascidas dos átomos que, excitados na sua estrutura íntima, exsudam ondas eletromagnéticas em forma de raios que iluminam o nosso Planeta.

          Reconhecendo que já possuímos bastante conhecimento no campo da matéria física, podemos definir com segurança a natureza corpuscular do calor e da luz, e sabendo ainda que as oscilações eletromagnéticas se associam de uma forma insuspeitada por nós dentro da vastidão do Universo; mas nada sabemos ainda, do que ocorre com os raios, no aquém do infravermelho, e no além do Ultravioleta, pois estão numa dimensão totalmente fora das nossas percepções humanas. Em qualquer parte do Universo em que vivemos, depois de Deus, a maior força existente é o Comando Mental do Homem, e é com esse dinamismo que o homem terreno modela as edificações macrocósmicas, que desafiam a passagem dos milênios e das reencarnações sucessivas.

          Não podemos deixar de reconhecer que, na essência, toda matéria é energia tornada visível, assim como toda energia pode ser perfeitamente transformada em matéria visível, pois funciona apenas como instrumento da força divina, tomada como empréstimo para satisfazer nossos propósitos de elevação para Deus. O Fluido Cósmico Universal é o instrumento maior, que Deus usa para controlar tudo o que existe: minerais, vegetais, animais, homens, anjos e arcanjos, vivem mergulhados nesse Fluido Divino, como se fôssemos peixes dentro de um oceano imenso; e é exatamente por isso que os sábios afirmam com sabedoria que Deus está em tudo, e tudo está em Deus.

          Os primeiros habitantes do nosso Planeta, depois de passarem pelo reino mineral, podem ter sido as células albuminoides, as amebas e os organismos unicelulares, isolados e livres, que se multiplicaram na temperatura morna dos oceanos, mares, rios e lagos, evoluindo com o passar do tempo, de primordiais a seres mais organizados, ou seja, pluricelulares, movendo-se ao longo das águas na busca do oxigênio necessário à vida. Evoluindo sempre, os seres primitivos chegam aos animais de corpo mole, depois crustáceos, insetos, peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos, para finalmente, depois de muitos milênios aparecer o homem, não o de hoje, mas antepassados grosseiros, vivendo nas florestas como se fossem animais, progredindo aos poucos, até chegar ao estágio em que nos encontramos nos dias de hoje.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado