pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Abril 2016
Compartilhar -

A música pode ajudar na educação espiritual das pessoas de que maneira?

ID

Em minha opinião, defino a música como sendo uma "entidade" que eleva os nossos sentimentos fazendo com que nos proporcione alento, como se levasse ao seu colo à nossa alma, tirando-nos do contato direto com o mundo, fazendo-nos avaliar sob outros prismas a própria vida. Isso, com certeza, é uma ajuda. Porém, sem uma orientação moral, de cunho espiritual evangélico, acho uma ajuda incompleta. É exatamente por isso que eu levo as minhas composições aos centros espíritas. O lugar ideal, para mim, aonde se faz essa comunhão: música e educação espiritual.

 

Fale sobre o seu novo CD e a experiência de poder tocar junto ao seu filho.

ID - O meu mais novo CD é o Melodias Infantis ao Piano, no qual eu faço uma reminiscência de 36 melodias da minha infância, tocadas e improvisadas ao piano por mim, trazendo não só para mim mas para todas as pessoas de todas as idades um pouco do que ficou quase apagado da memória cultural do povo. São cantigas de roda folclóricas, em sua maioria, que inicialmente eram destinadas a aulas de ballet infantil e às crianças e jovens em geral, mas logo foram identificadas como agradáveis a todas as pessoas, porque também relembram à terceira idade épocas que não voltarão mais.

O meu CD anterior, o Luzes, traz uma participação do meu filho Vinnicius Dias na última faixa, com a Ave Maria de Bach e Gounod, tocada a 4 mãos. Neste CD, a única música que não é composição minha é a Ave Maria. É muito gratificante tocar com ele a quatro mãos e a 2 pianos, porque ele é de muita sensibilidade artística, além de também ser formado em piano como bacharel e licenciado. Nos recitais que faço, ele participa tocando em solos e a 4 mãos, assim como nos recitais dele eu participo da mesma forma.

Além de ter sido convidado por mim a tocar ensaios em temporadas no Theatro Municipal do RJ, onde sou pianista há 30 anos. Acrescento, ainda, que nós temos o Projeto Um Piano nas Escolas, em que ele é o idealizador e principal pianista. E fazemos, também, o meu Projeto Um Piano na Rua, que leva a música clássica à população em geral, em lugares não muito comuns para o piano clássico, como jardins, praças, clubes, instituições de caridade etc.

Eu e o Vinnicius Dias estaremos em 2016 dando continuidade ao Projeto Um Piano Na Rua, fazendo também diversas apresentações em centros espíritas de todo o Brasil. Nesses programas sempre coloco minhas composições, incluindo as que estão nos CDs, como também canções do CD Melodias Infantis Ao Piano, além de clássicos conhecidos do público, principalmente do público espírita. Se você ou alguém mais estiver interessado, poderá fazer convite à nossa empresária, minha esposa Penha Ribeiro, através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Fazemos também concertos em várias salas de concerto do Brasil e exterior, no qual tocamos músicas de piano clássico dos grandes compositores do repertório internacional de concerto, além dos compositores brasileiros, incluindo minhas composições. O Vinnicius participa seja em solos de piano, ou a 4 mãos comigo ou a 2 pianos. Por todo esse trabalho de pianista e compositor brasileiro, recebi homenagens do Consulado da Rússia no Brasil por diversas vezes. Graças a Deus, minha atuação como pianista e compositor tem sido bem reconhecida tanto aqui como lá fora, sendo que em todos os lugares as minhas composições são tidas como carregadas de "algo cativante".

Agradeço o carinho de suas respostas, desejando mais sucesso em sua trajetória musical e mediúnica.

A sua presença em nosso movimento espírita é muito importante, devido à qualidade acadêmica, vivência humana e sensibilidade artística, que, certamente, faz com que a gente pense melhor sobre esses valores humanos e artísticos do ser imortal.

“A arte pura é a mais elevada contemplação espiritual por parte das criaturas. Ela significa a mais profunda exteriorização do ideal, a divina manifestação desse mais além que polariza as esperanças das almas”. Emmanuel O Consolador

“O Espiritismo vem abrir para a arte novas perspectivas, horizontes sem limites. A comunicação que ele estabelece entre os mundos visível e invisível, as informações fornecidas sobre as condições da vida no Além, a revelação que ele nos traz das leis superiores da harmonia e de beleza que regem o universo, vem oferecer aos nossos pensadores e artistas inesgotáveis temas de inspiração”. Léon Denis O Espiritismo na Arte

“As Artes não sairão do torpor em que jazem, senão por meio de uma reação no sentido das ideias espiritualistas [...]” “[...] É matematicamente certo dizer que, sem crença as artes carecem de vitalidade e que toda transformação filosófica acarreta necessariamente uma transformação artística paralela”. Allan Kardec Obras Póstumas

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado