pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Junho 2017
Compartilhar -

A SPLEB - Sociedade Pró-Livro Espírita em Braille, através do Grupo Amigos da Paz promove anualmente no mês de abril encontros com oradores para discussão de temas necessários ao combate da violência e, no sábado dia 1 de abril de 2017, iniciou-se a 26ª edição da Semana da Não-Violência com palestra do jornalista e escritor André Trigueiro, com o tema "Amor", que durou mais de duas horas, para um público em torno de 400 pessoas que lotou totalmente o auditório do 2º andar da Congregação Espírita Francisco de Paula (Rua Conselheiro Zenha, 31 - Tijuca, Rio de Janeiro).

O evento idealizado pelo saudoso Luiz Antônio Millecco (30.06.1932-05.02.2005), busca discutir propostas necessárias ao combate da violência, proporcionando aos participantes excelente material para oportunas reflexões.

A Sociedade Pró-Livro-Espírita em Braille - SPLEB - é uma Associação Civil, sem fins lucrativos, fundada em 30 de junho de 1953, com sede e foro na Cidade do Rio de Janeiro, considerada de Utilidade Pública, Federal, Estadual e Municipal, com o objetivo de propiciar aos cegos, dentro e fora do país, gratuitamente, o estudo da Doutrina Espírita em suas próprias fontes.

Qual a condição básica para a cultura de paz? Democracia plena com respeito às liberdades individuais, o que pressupõe um combate voraz à intolerância e preconceito, que surgem em ambientes de ódio, de desamor. Estes, segundo o jornalista André Trigueiro, são fatores fundamentais na busca pela paz.

E o amor, tema da palestra, como definir a palavra AMOR? Talvez os poetas sejam aqueles que conseguem dar a melhor definição de amor: "Se você sabe explicar o que sente, não ama, pois o amor foge de todas as explicações possíveis", continuou Trigueiro. Do ponto de vista espírita, o amor é uma Lei Universal. Ou seja, o amor está presente na energia que constitui tudo o que há, tudo o que existe.

No livro Após a Tempestade ditado por Joanna de Ângelis ao médium Divaldo Pereira Franco, lemos que "O Universo é o Império Divino dos Raios e das Forças, onde tudo e todos se intercomunicam e se sustentam. As árvores, os animais, a terra, as águas e o ar, tudo, enfim, que circunda o ser humano, o atinge com as suas irradiações, e é igualmente atingido pelas irradiações".

Em Missionários da Luz, ditado pelo Espírito André Luiz ao saudoso médium Chico Xavier, escreveu o autor espiritual: "Descem sobre a fronte humana, a cada minuto bilhões de raios cósmicos, oriundos de estrelas e planetas amplamente distanciados da Terra, sem nos referirmos aos raios solares caloríficos e luminosos, que a ciência terrestre mal começa a conhecer. Os raios gama, provenientes do rádium que se desintegra incessantemente do solo, e os de várias expressões emitidas pela água e pelos metais, alcançam os habitantes da Terra pelos pés, determinando consideráveis influenciações. E, em sentido horizontal, experimenta o homem a atuação dos raios magnéticos exteriorizados pelos vegetais, pelos irracionais e pelos próprios semelhantes."

Trigueiro continuou mostrando através de vasta literatura, inclusive espírita a integração de todo o Universo, deixando claro a assertiva de João Evangelista quando disse "Deus é amor" (I João, 4:16.)

Trigueiro encerrou sua conferência com o lema "Fora da Caridade não há Salvação", citando pessoas que fazem de suas vidas um apostolado de amor ao próximo.

Ao término da palestra respondeu a diversas perguntas, deixando a certeza de que a única verdade é Deus, e não a violência. Sua Suprema Paz são sem dúvida, as forças mais ativas que o mundo deveria cada vez mais conhecer e exercitar, para alcançar a verdadeira Paz.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado