pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Junho 2017
Compartilhar -

Novamente a Avenida Atlântica na Praia de Copacabana, Rio de Janeiro, foi palco de mais uma edição da Marcha pela Vida contra o aborto, no domingo, dia 7 de maio de 2017, começando às 14h e encerrando-se às 17h, com promoções artístico-culturais e discursos de representantes de diversas religiões e lideranças de movimentos sociais.

A Organização do Movimento, que tem Maria José Silva, responsável, no Rio de Janeiro, pelo Movimento Brasil sem aborto, confeccionou diversas placas e cartazes sobre a necessidade de preservação da vida. Precisamos proteger a vida, baseados e fundamentados na constituição do nosso País, defendeu Maria José.

Desta feita a passeata reuniu cerca de 300 pessoas, segundo informações da Patrulha de Ordenamento da Praia e, como nas vezes anteriores, diversas pessoas utilizando-se da palavra conclamaram a todos para este assunto que é, certamente, um dos temas mais importantes à defesa da vida humana: a concepção, o início da vida humana.

Dentre os discursos destacamos trechos comuns a alguns dos oradores, como a ideologia "pró-escolha" (pela liberação do aborto) que vem seduzindo a juventude. PRECISAMOS CHEGAR NA FRENTE! foi a palavra de ordem.

A melhor forma que temos de fazer isso é através das escolas, levando uma informação científica e fundada no Direito à Vida para todos, sem entrar em aspectos religiosos.

Para esclarecimento sobre o direito à vida, aborto e a repercussão disso em diferentes áreas, o Movimento Nacional da Cidadania pela Vida - Brasil sem aborto do Estado do Rio de Janeiro promove palestras gratuitas em escolas de nível médio e seminários de capacitação com profissionais da área do direito, medicina, educação, serviço social, dentre outros em que os interessados poderão agendar.

Contatos poderão ser mantidos com: 
Jane Chantre - (21) 9.9684-7888
Relações Institucionais
Movimento Nacional da Cidadania pela Vida - Brasil sem Aborto do Estado do Rio de Janeiro

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado