pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Maio 2018
Compartilhar -

Texto: Paulo Salerno (Adaptado por Luismar Ornelas de Lima)

A 20ª Conferência Estadual Espírita, promovida pela Federação Espírita do Paraná (FEP), ao longo de suas edições e formatos diferentes, tem alcançado um número quase incalculável de Espíritos nos dois planos da vida. A fraternidade e o acolhimento, prestando inigualável atendimento, são características percebidas por todos que dela participam.

Esse fenomenal encontro espírita aconteceu no Centro de Convenções Expotrade, em Pinhais, região metropolitana de Curitiba, de 16 a 18 de março, com a presença de 174 cidades de 17 estados e dos países vizinhos Paraguai e Uruguai. Transmitido pela internet por diversos órgãos de divulgação espírita, durou três dias de seminários e conferências, com entrada franca.

Essa edição contou com os expositores Alberto Almeida, Divaldo Pereira Franco, Haroldo Dutra Dias, Sandra Borba Pereira e Sandra Della Pola, que, no período de 16 a 18 de março, discorreram sobre assuntos de grande relevância sob o tema Construindo o Mundo do Amanhã e a obra basilar A Gênese (de seis de janeiro de 1868), enaltecida pelo transcurso dos seus 150 anos de lançamento, trazendo luzes aos homens sedentos de saber.

O ​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​Coral do Centro Espírita Ildefonso Correia apresentou riquíssimo recital, embalando, em suaves e melodiosas vibrações, os milhares de presente nesta magnífica atividade de congraçamento. Arthur Lins de Vasconcellos Lopes foi saudosamente homenageado, revivendo a sua história e dedicação ao movimento espírita brasileiro. Henrique de Almeida, caracterizado de Lins de Vasconcellos, apresentou-se narrando a sua saga, historiando sinteticamente o início do movimento espírita unificado e o ingente trabalho de construção da união dos espíritas brasileiros.

José Raul Teixeira, convidado especial, foi homenageado pela sua trajetória no campo da mediunidade e no trabalho de divulgação da Doutrina Espírita, sob a orientação segura de seu guia espiritual Camilo. São 50 anos de mediunidade. Materializando o fato, foi-lhe ofertada uma placa, externando a gratidão dos espíritas paranaenses.

Ao término do encontro, Divaldo Pereira Franco recebeu por psicofonia mensagem de Bezerra de Menezes, que transcrevemos:

“Se nos amarmos quanto Ele nos pediu, as nossas dores serão transformadas em alegrias no Reino de Deus. Lembrai-vos, filhos da alma, Jesus são os dois extremos da vida, o zênit e nádir, das nossas aspirações. Quando as dores vos parecerem insuportáveis, quando a solidão se vos apresentar tenebrosa e fria, lembrai-vos de Jesus. Uma voz sequer levantou-se para inocentá-lo e eram centenas aqueles a quem Ele atendeu. Quando vos sentirdes desamado ou rejeitado, mantende-vos a irrestrita confiança no amor e vos entregai àquele que é a vida da própria vida; não temais nunca, porque Ele nunca nos deixa a sós.

Elegemos o tema da mulher equivocada, porque todos nós carregamos um espinho na carne, nas carnes da alma. Todos nós, ainda imperfeitos, somos algo “Maria de Magdala” ou “Miriam de Migdor”. Que o amor de Jesus nos receba com ternura infinita sem nos perguntar quem fomos, mas nos propor o que seremos. Tende ânimo, são horas muito difíceis, de testemunho e de lágrimas, de ansiedade e de desamor; mas credes, filhos da alma, Jesus não venceu no mundo, venceu o mundo das paixões. Sede vós aqueles que podeis vencer as sombras do pretérito que vos arrebatam muitas vezes de volta aos abismos da alucinação. Amai, pagai o preço do amor, socorrei por amor, erguei por amor, libertai por amor e vos sentireis salvos, erguidos, amparados por alguém que distenderá as mãos e dirá com sorriso: - Vinde, já atravessastes a porta estreita, vinde a casa de Meu Pai.

Nestes dias, meus filhos, o endereço de Deus chegou aos vossos corações. Tendes agora o mapa da vitória; cabe-vos alcançar, pela rota abençoada da bondade, da misericórdia, do amor e da doutrina libertadora dos imortais, para que a plenitude do Reino dos Céus, desde hoje, se vos instale no coração.

Muita paz. O Servidor humílimo de sempre que vos fala em nome dos Espíritos Espíritas aqui presentes. Ide em paz! Bezerra.”

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado