pteneofrdeites
Compartilhar -

Cecília Rocha-desencarna em 5-11-2012Desencarnou na madrugada de 5 de novembro, aos 93 anos de idade, a confreira Cecília Rocha. Estava internada no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Santa Marta, no Distrito Federal. Nascida em Jaguarão (RS) em 21 de maio de 1919, vivia na capital gaúcha desde a infância, onde seus pais (José Rocha e Carmen Rocha) e irmãos (Otávio, Alberto, Mário e Fernando) fixaram residência. Em Porto Alegre, concluiu o ensino fundamental, seguido do curso secundário de magistério e o de pedagogia, com especialização em administração escolar. Exerceu o magistério de escolas de ensino fundamental, públicas e particulares, no interior e na capital do Rio Grande Sul, até a sua aposentadoria, após mais de trinta anos dedicados à profissão.
Em 1957, Cecília Rocha já estava em plena atividade no movimento espírita do seu Estado, atuando como evangelizadora. Neste mesmo ano, passou a dirigir a escola primária Instituto Espírita Amigo Germano, voltado à alfabetização de crianças carentes. Em 1958, participou da Confraternização de Mocidades Espíritas do Norte e Nordeste do Brasil, ocorrida em Teresina (PI), quando conheceu Divaldo Pereira Franco, a quem dedicou amizade até o final dos seus dias no plano físico. Em 1960, Cecília transferiu residência temporária para a Mansão do Caminho, obra social espírita sediada em Salvador, e lá permaneceu por dez meses, atendendo assim ao convite que Divaldo lhe fizera de prestar orientações pedagógicas à escola primária ali existente. No período, teve oportunidade de viajar pelo Estado da Bahia e de conhecer, de perto, o movimento espírita baiano.
Em julho de 1980, já aposentada, Cecília fixou residência em Brasília, por solicitação do então presidente da Federação Espírita Brasileira (FEB), Francisco Thiesen, passando a integrar a diretoria da FEB, onde exerceu os cargos de diretora (1980-1982) e de vice-presidente, de 1983 até março de 2012. Por 31 anos, Cecília se dedicou à organização e desenvolvimento da Área de Estudo, no campo experimental da FEB e do Movimento Espírita Federativo, sobretudo no que diz respeito à implantação e aperfeiçoamento das escolas de evangelização espírita infanto-juvenil e estudo doutrinário espírita de adultos.
Foi coordenadora da área do Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita das Comissões Regionais do Conselho Federativo Nacional da FEB.
Coordenou atividade educacional da FEB em Santo Antônio do Descoberto (GO). Foi autora e organizadora de livros infantis editados pela FEB e da obra Pelos Caminhos da Evangelização. Em 2009, a editora da Federação Espírita do Rio Grande do Sul lançou a obra A Missão e os Missionários, de Gladis Pedersen de Oliveira, focalizando “a figura de Cecília Rocha mergulhada na ação evangelizadora de corpo e alma, isto é, de mente e coração”, resgatando “todo o seu esforço em prol da evangelização da criança e do jovem”.
A FEB prestou homenagens a Cecília Rocha durante o ano de 2012, em seminário realizado em junho, e nas comemorações dos 35 anos da Campanha Permanente da Evangelização Espírita Infanto-juvenil, em julho. Nas duas oportunidades, Cecília não pôde comparecer por causa de imprevistos de saúde.
À irmã Cecília Rocha, respeitada obreira espírita, rogamos a Jesus bênçãos de paz durante o seu retorno à Pátria Espiritual.
Foi sepultada no dia 06 de novembro no Cemitério Campo da Esperança (Asa Sul, Brasília, DF).
Texto divulgado pela FEB, com pequenas modificações.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado