pteneofrdeites

Sobre o autor

Dirceu Machado

Dirceu Machado

Compartilhar -
CIENTISTAS E EXPERIÊNCIAS MEDIÚNICAS

Sem títuloCurt John Ducasse nasceu em Angouleme, França, em 7 de julho de 1881. Seu pai era capitão da marinha francesa e sua mãe era filha de um pintor alemão. Seus primeiros estudos foram feitos na cidade de Bordeaux, França, e, mais tarde, em Staffordshire, Inglaterra. Começou a trabalhar muito cedo e seu primeiro emprego foi numa casa de comércio em Paris. Mais tarde, foi trabalhar em uma firma de utensílios na cidade do México. Sua função era carregar fardos de roupas para cima e para baixo nos diversos andares da loja. Dormia nas dependências da mesma para economizar dinheiro. Mudou de emprego mais algumas vezes até se firmar como secretário de um engenheiro que trabalhava na construção de ferrovias. Decidiu, então, estudar Filosofia. Com o dinheiro economizado no emprego, matriculou-se na Universidade de Washington, onde se graduou em 1908.

 

INÍCIO DE UMA CARREIRA

 

            Em 1909, obteve o grau de Mestre em Artes e foi tão bem nos estudos que recebeu o convite para se tornar professor nesta Universidade. Lecionou durante três anos e decidiu abandonar a posição em Washington para se matricular na Universidade de Harvard e cursar o Doutorado em Filosofia. Obteve o título de Ph.D em Harvard, no ano de 1912. Retornou à Universidade de Washington onde reassumiu sua posição de professor. Enquanto lecionava publicou seu primeiro livro, Causas e tipos de necessidade. Em abril de 1924, participou de um congresso em Chicago onde apresentou um trabalho na Divisão Oeste da Associação Americana de Filosofia. Durante sua viagem de volta, decidiu fundar a Divisão do Pacífico desta Associação.

Em 1926, foi convidado e aceitou o cargo de Professor Associado de Filosofia na Universidade de Brown. Em 1929, foi promovido a Professor Titular, tendo se tornado Chefe do Departamento de Filosofia entre os anos 1930 e 1951. Foi Reitor desta Universidade de 1947 a 1949. Em 1951, aposentou-se compulsoriamente aos 70 anos de idade. Foi convidado e aceitou continuar lecionando “meio-expediente” até 1958, quando aceitou o mesmo cargo na Universidade de Nova York.

 

FENÔMENOS MEDIÚNICOS

 

Ducasse era interessado em fenômenos mediúnicos, de uma maneira geral. Escreveu uma série de artigos sobre o assunto sendo bastante apreciados. Ele defendia a ideia da reencarnação baseado em conclusões de ordem filosófica, quando se levantava a questão da justiça universal. Afirmava, em suas palavras, que o estudo dos fenômenos paranormais “expandiu os horizontes sobre as potencialidades da natureza humana e do universo. Tantas pessoas se tornam limitadas por crenças e descrenças por convenções e coisas que são tomadas como sendo verdadeiras e que acabam fechando seus olhos para o fato de que o mundo material não é apenas esse que conhecemos, mas que existem dimensões da natureza ainda desconhecidas e inexploradas... Eu vejo a perspectiva de morrer como uma aventura interessante, uma espécie de experimento de laboratório”.

 

FINAL DE CARREIRA

 

Ducasse morreu em 03 de setembro de 1969, com 88 anos. Suas cinzas foram lançadas em um terreno junto ao local onde foram lançadas as cinzas de seu gato de estimação.

Seus principais livros foram: A filosofia da Arte, em 1930; Natureza, Mente e Morte, em 1951 e Pesquisa Crítica sobre a vida após a morte, em 1961. Publicou ainda inúmeros artigos em revistas e outros livros.

 

Curt John Ducasse – Mestre em Artes, Doutor em Filosofia, pesquisador, professor da Universidade de Nova York – é mais um exemplo de que Ciência, Pesquisa e Espiritualidade podem caminhar juntas.

A presente biografia foi baseada no trabalho de Martha Mitchell, apresentado na Enciclopédia Brunoniana da Brown University Library.
Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado