pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Janeiro 2016

Sobre o autor

Dirceu Machado

Dirceu Machado

Compartilhar -

              Théodore Flournoy nasceu em Genebra, Suíça, a 15 de agosto de 1854 e faleceu a 5 de novembro de 1920, também em Genebra. Era filho de Alexander Flournoy e Carolina Claparède, irmã do naturalista Édouard Claparède.

Era médico e interessado em filosofia e religião. Passou algum tempo na Alemanha para se familiarizar com o pensamento filosófico de Immanuel Kant e, mais tarde, a partir de 1891, lecionou na Universidade de Genebra na Cadeira de Psicologia e Fisiologia.

Desenvolveu um trabalho de pesquisa com a médium Hélène Smith numa época em que as pesquisas realizadas pela SPR estavam muito ativas. Os resultados foram publicados em um livro intitulado Des Indesà la planète Mars, traduzido em vários idiomas inclusive em português. Este livro foi um sucesso literário nos círculos psicológicos e parapsicológicos não apenas na Europa como também nos Estados Unidos. Nele foram estudados os fenômenos que ele denominou de “criptomnésia” que, em sua concepção, eram memórias esquecidas que reapareciam sem serem reconhecidas pela pessoa.

            Nessa época, a Sociedade de Pesquisas Psíquicas, da qual ele fazia parte, estava interessada na mediunidade de Madame Piper, que era estudada e analisada por grandes sumidades das ciências psíquicas. Esta Sociedade se preparava para divulgar os achados relacionados à mediunidade de Madame Piper corroborando a realidade da vida após a morte.

Também nesta época Freud escrevia sobre amnésia infantil e parecia que Freud e Flournoy pensavam de forma semelhante sobre esse assunto. Entretanto, ao contrário de Freud, Flournoy não mencionava repressão ou retorno da repressão, conceito que levou Freud a desenvolver a terapia dinâmica. E também, ao contrário de Freud, Flournoy não tratava de seus pacientes, mas semelhantemente aos seus amigos William James e Frederick Myers, limitava-se a observar os fenômenos, como observadores o que não os impedia de propor hipóteses para o fenômeno.

Em 1901, Flournoy, juntamente com seu primo Édouard Claparède, fundaram a revista Les Archives de psychologie, uma revista que mais tarde foi dirigida por Jean Piaget. Ele se correspondia com Ferdinand de Saussure, a quem ele conhecia pessoalmente e com outras personalidades da área da linguística.

            Seu filho Henri e seu neto Olivier tornaram-se psicanalistas e sua filha, Ariane, casou-se com o psicanalista Raymond de Saussure.

            A Enciclopédia de Ciências Psíquicas, de autoria de Nandor Fodor, informa que as experiências realizadas com a médium Mlle. Héléne Smith e com Eusápia Palladino levaram Flournoy a reconhecer e aceitar a reencarnação bem como se convencer da realidade dos fenômenos de telepatia, telecinesia e clarividência.

            Em 1911, publicou um livro que se tornou uma referência nos estudos dos fenômenos ditos paranormais intitulado Espíritos e Médiuns conjunto de Metapsíquica e Psicologia, Paris, 1911, traduzido para o inglês com o título Espiritismo e Psicologia, também em 1911.

           Thédore Flournoy, médico, psiquiatra, professor, pesquisador, reconhecido como um dos pioneiros da Sociedade de Pesquisas Psíquicas, é mais um exemplo de que Ciência e Espiritualidade podem caminhar juntas. 

Fonte de consulta: Wikipédia, a Enciclopédia livre.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado