pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Novembro 2013
Compartilhar -
::cck::322::/cck::
::introtext::::/introtext::
::fulltext::

     Segundo o Espírito Emmanuel, o maior serviço que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação.

     Há muitas maneiras de se levar a mensagem edificante dos espíritos. O teatro é um deles e possui uma gama enorme de possibilidades técnicas para tornar a linguagem espírita acessível ao grande público.

     O teatro em toda sua extensão estética e criativa valoriza sempre o belo e o bom, fazendo com que o resultado atenda exclusivamente a mensagem dramática com todas as suas nuances.

     Utilizá-lo como meio de divulgação do espiritismo: eis aí uma boa ideia, já que ele serve tanto como ferramenta pedagógica quanto entretenimento de diversão.

     Na Grécia antiga, o teatro tinha o papel divulgador das questões sociais e políticas, religiosas etc.

     No Espiritismo não será diferente, visto ser uma Ciência que trata das Leis Naturais, onde os temas abordados pelos os Espíritos Superiores cabem perfeitamente como textos adaptados para os espaços cênicos.

     A responsabilidade maior, inicialmente, são os cuidados que se deve ter com a formatação do que se vai divulgar, para que estejam devidamente fundamentados, tanto doutrinariamente quanto aos aspectos técnicos de dramaturgia.

     Allan Kardec nos deixou inúmeros textos, em forma de diálogos, que podem muito bem atender às necessidades cênicas. Outros tantos espíritos, através da mediunidade de Chico Xavier, ditaram seus romances, contos, poemas, poesias, sonetos e trovas, que, também, estão adequados às encenações nos centros espíritas e nos espaços afins.

     É natural que as pessoas através do teatro percebam com mais facilidade esses temas doutrinários, pois a encenação favorece consideravelmente sua abstração, além de despertar para o estudo sistematizado nos centros espíritas.

     Quando o saudoso diretor Augusto César Vanucci foi interpelado pelo também saudoso Chico Xavier, em Uberaba, quanto à necessidade de ser encenada uma peça para teatro visando ampliar os horizontes do Espiritismo, surgiu o espetáculo Além da Vida, que muito sucesso fez de público e de crítica. As sessões lotavam e os espectadores avaliaram uma doutrina de amor e de esperança, eliminando o sobrenatural e o fantástico.

     A partir dessa iniciativa, outros atores e atrizes comprometidos com a Boa Nova também trilharam no mesmo caminho e produziram excelentes espetáculos em todo Brasil, colaborando assim com a manutenção dessa divulgação.

     Enfim, o trabalho é lento e árduo.

     É preciso que a produção dê continuidade através de trabalhadores sérios e especializados, além de conhecedores, para que a mensagem seja expandida com excelência.

     Vejamos agora o que dizem os espíritos a cerca da arte, e como podemos contribuir sensivelmente na divulgação e no esclarecimento do Espiritismo:

     “521 – Podem certos espíritos auxiliar o progresso das artes, protegendo os que às artes se dedicam?

     R: Há Espíritos protetores especiais a que assistem os que os invocam, quando dignos desta assistência (…)”.

     “459 – Os Espíritos influem sobre nossos pensamentos e ações?

     R: A esse respeito, sua influência é maior do que podeis imaginar. Muitas vezes eles que vos dirigem.”

     “460 – De par com os pensamentos que nos são próprios, outros haverá que nos sejam sugeridos?

     R: Vossa alma é um espírito que pensa. Não ignorais que, frequentemente, muitos pensamentos vos acodem a um tempo sobre o mesmo assunto e, não raro, contrários uns aos outros. Pois bem! No conjunto deles, estão sempre de mistura os vossos com os nossos. Daí a incerteza em que vos vedes. É que tens em vós duas ideias a se combaterem”.

(O Livro dos Espíritos)

Os Espíritos se interessam pela arte?

     “Sim, de acordo com a evolução de cada um. Para uns é a continuidade de sensações de baixo escalão, que tinham quando encarnados, para outros um exercício de crescimento pessoal. Para alguns uma terapia de reequilíbrio mental, para outros uma prova e aprendizado para futura encarnação.”

(O Livro dos Espíritos. Questão 251)

 
::/fulltext:: ::cck::322::/cck::
Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado