pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Julho 2017
Compartilhar -

Bezerra de Menezes deixou uma obra literária de fôlego, reunindo romances e estudos de próprio punho, escritos numa época difícil, onde não havia editores disponíveis a publicar títulos de temática espírita no Brasil.

Sua vida não foi nada fácil ao longo da sua jornada terrena, no entanto, nunca deixou de servir ao seu verdadeiro propósito de humanista, comprometido com as causas humanas, através do amor e da caridade.

Esses valores de elevação espiritual sempre marcaram a sua trajetória, no que demonstrava através da sua convicção em dias melhores.

Assim ele foi escrevendo, com a esperança de que um dia também os seus livros pudessem ser editados e servissem de alguma maneira aos leitores atentos aos diversos temas tratados sob a luz da Doutrina Espírita.

A Federação Espírita Brasileira, em 2009, lançou o primeiro livro, intitulado Evangelho do Futuro, que faz parte da Coleção Bezerra de Menezes. Outros nove títulos fazem parte desta coleção importante, que o leitor poderá adquirir com vista ao seu conhecimento intelectual e espiritual, a saber:

A Casa Mal-Assombrada (Romance), Lázaro, o Leproso (Romance), A Pérola Negra (Romance), História de um Sonho (Romance), Casamento e Mortalha (Romance inacabado), Os Carneiros de Panúrgio (Romance), Uma Carta de Bezerra de Menezes (Estudo), A Loucura Sob um Novo Prisma (Estudo) e Espiritismo: Estudos Filosóficos, 3 volumes (Estudos).

Podemos afirmar que se trata de um tesouro literário, pois são romances e estudos que muito facilitarão o entendimento, como também, farão parte do acervo dos centros espíritas, facilitando o acesso do público em geral.

E lembrar que ele teve a ideia de escrevê-los em folhetim no periódico O Reformador, considerando ser a melhor maneira de registro editorial, para que fosse analisado no futuro por editores sérios, competentes e responsáveis à publicação, divulgação e distribuição.

Muitos autores e pesquisadores espíritas escreveram diversos projetos literários sobre Bezerra de Menezes, que encontramos com facilidade nas livrarias comercias da cidade, sendo que alguns chegaram a destacar a sua obra de excelência.

Alguns desses livros encontramos também publicados eletronicamente na internet, no que facilita sobremaneira aos que desejarem uma leitura ligeira, em qualquer ocasião. Mas os que preferirem uma leitura devagar, com mais acolhimento ambiente e silêncio, poderão manusear suas páginas, com perfume de tinta fresca, além de aproveitar em detalhes todo o seu conteúdo fundamentado.

Para termos uma ideia sobre o pensamento de Bezerra de Menezes, colhemos dois ditos por ele, a fim de levar aos nossos leitores à procura de outros tantos pensamentos e poder viver as ideias desse homem de natureza espiritual avançada, que esteve por aqui, colaborando com o aperfeiçoamento humano e valorizando a importância pelo progresso espiritual da Humanidade:

“Solidários, seremos união. Separados uns dos outros, seremos pontos de vista. Juntos, alcançaremos a realização de nossos propósitos”. 

“É indispensável manter o Espiritismo, qual foi entregue pelos Mensageiros Divinos a Allan Kardec, sem compromissos políticos, sem profissionalismo religioso, sem personalismos deprimentes, sem pruridos de conquista a poderes terrestres transitórios”.

Não querendo esgotar o assunto, destacamos essa história contada por Leopoldo Cirne, no precioso livro de Sylvio Brito Soares, Vida e Obra de Bezerra de Menezes:

“Numa ocasião em que se achavam totalmente esgotados os recursos, de par com a urgência de pagar o aluguel da casa e acudir a outras necessidades inadiáveis, reclinado em sua rede, sem grandes sobressaltos, mas seriamente preocupado com a solução do caso, dava tratos à imaginação, em procura dos meios com que sair da dificuldade, quando ouve bater à porta. Era um desconhecido, que vinha nominalmente procurá-lo, e que, depois, ajustando um certo número de lições de determinadas matérias, tira do bolso um maço de cédulas e paga antecipadamente o preço convencionado, ficando igualmente combinado para o dia seguinte o início das aulas. Radiante com a inesperada e providencial visita, Bezerra de Menezes solveu os seus compromissos e ficou a esperar, no prazo estipulado, o novo aluno, que nunca mais voltou”.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado