pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Novembro 2015

Sobre o autor

Fabiano Henrique

Fabiano Henrique

Compartilhar -

Entre os dias 10 e 12 de outubro, o movimento esperantista participou do 4° Congresso Espírita do Estado do Rio de Janeiro. Um estande para a divulgação do idioma foi montado no local do evento, o Clube Monte Líbano, situado na Zona Sul da capital. O comunicador Givanildo Costa coordenou uma equipe de voluntários, que distribuiu material de propaganda, além de ter prestado informações básicas sobre a língua e seus ideais.

 

Encontro Espírita-esperantista em Jacarepaguá

Ocorreu em 17 de outubro o 11° Encontro Espírita-esperantista do Grupo Esperantista Porto Carreiro Neto. O comunicador Givanildo Costa abordou o tema O Esperanto e as Leis Morais. O evento teve lugar nas dependências do Centro Espírita de Jacarepaguá.

 

Uma noite de emoção entre dois continentes

Uma noite de emoção: essa foi a definição mais precisa da reunião social, ocorrida em 18 de setembro, na Cooperativa Cultural dos Esperantistas. O cantor italiano Manuel Rovere palestrou ao vivo, diretamente da Itália, na primeira sessão do projeto Uma Janela para o Mundo. O artista desfilou fatos sobre sua vida, apresentando-os numa simplicidade que tocou a dezena de espectadores que assistiu ao evento. Na ocasião, Rovere lançou no Brasil o CD Dankas mi la vivon (Agradeço à vida). Ao final, todos se emocionaram, vindo mesmo às lágrimas, quando o artista relacionou os sentimentos cristãos aos ideais esperantistas, defendendo o amparo humanitário aos refugiados do Oriente Médio. A próxima reunião do Projeto Uma Janela para o Mundo será no dia 16 de outubro, quando irá palestrar a cantora húngara Anjo Amika.

 

Que língua internacional o mundo sustentável deve usar?

Entre os dias 22 e 26 de janeiro de 2016, Manaus (AM) receberá o Congresso Brasileiro de Esperanto. O tema será Comunicação verde: que língua internacional um mundo sustentável deve usar? Ao mesmo tempo acontecerá o Congresso Brasileiro da Juventude Esperantista. As atividades serão desenvolvidas na Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Amazonas.

 

Um tema delicado, tratado sob a luz da esperança

A revista russa La Ondo de Esperanto publicou resenha sobre versão em esperanto do livro AIDS: muito além da dor, de Fátima Moura. No texto, o escritor, que assina sob o pseudônimo Viks, enfatiza o aspecto consolador da obra, embora reconheça não ter meios para analisar os fenômenos paranormais descritos na obra. AIDOSO: ege trans la doloro, traduzido pelo comunicador Givanildo Costa, foi publicado pela Editora Lorenz. Exemplares do livro foram encaminhados à redação da revista há cerca de cinco anos. De acordo com os responsáveis pelo periódico, ninguém se aventurava a tratar do tema. A resenha, escrita na Língua Internacional neutra, está disponível em www.sezonoj.ru.

 

Um giro pelo movimento esperantista:

  • Faleceu no dia 21 de setembro o esperantista húngaro Árpád Máthé, de 79 anos.
  • Um estande para a divulgação do esperanto foi montado no Fórum Econômico, realizado entre os dias oito e dez deste de setembro, em Krynica-Zdrój, na Polônia.
  • O site de notícias O Esperanto Ilustrado ultrapassou a marca de 2100 seguidores no Facebook.
  • O jornal O Sol Nascente publica todo mês a coluna O Esperanto em Marcha.
  • A editora russa Impeto publicou o livro Subtera Suno (O Sol subterrâneo), contendo fábulas da autoria de Dmitrij Shevchenko e Anna Striganova.
  • A Sociedade Esperantista de Bialystok lançou o livro Mi inventas la mondon, contendo poemas do escritor polonês Wis³awa Szymborska.
Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado