pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Maio 2017

Sobre o autor

Fabiano Henrique

Fabiano Henrique

Compartilhar -

Entrevista sobre o esperanto foi apresentada pelo canal de TV BBC News, da Inglaterra. O esperantista Tim Owen falou da história do idioma, mostrou tópicos gramaticais e traçou um panorama do movimento mundial em prol da Língua Internacional Neutra. A emissão foi ao ar em 13 de abril, em homenagem ao centenário de falecimento do criador do idioma, o oftalmologista polonês Lázaro Luís Zamenhof.

 

Brasil tem novo representante no movimento esperantista internacional

O movimento esperantista brasileiro tem novo delegado-chefe junto à Associação Universal de Esperanto. Trata-se do servidor público e advogado Alex Sousa Santos, de 36 anos, morador de Vitória da Conquista (BA). O novo representante do Brasil substitui o empresário paulista Emílio Cid. Souza declarou nas redes sociais que atuará “com foco na divulgação do Esperanto e no crescimento do número de membros da UEA”.

 

TV turca apresenta para o mundo reportagem sobre o Esperanto filmada no Rio

Reportagem sobre o esperanto foi apresentada pelo canal de TV turco TRT World. A matéria foi ao ar em 14 de abril, por ocasião do centenário do falecimento do criador do idioma.

O jornalista Douglas Engles visitou a Cooperativa Cultural dos Esperantistas, onde assistiu a uma aula e entrevistou o recém-eleito presidente da entidade, o advogado Hélder Lopes. Depois, foi aos estúdios da Rádio Rio de Janeiro, onde participou do programa Esperanto, a Língua da Fraternidade.

A reportagem é resultado do sucesso da visita do jornalista norte-americano Kevin G. Hall, da rede de jornais McClatchy, à emissora, em agosto do ano passado. O vídeo, falado em inglês, pode ser assistido no YouTube.

 

Nova edição de revista espírita em esperanto

Está em circulação mais uma edição do informativo Komunikoj. A revista, publicada pela Editora Lorenz, traz como destaque de capa matéria sobre o Lar Fraternidade Maria de Nazaré, de Belo Horizonte. Apesar da orientação espírita, no número deste mês há uma curiosa recomendação para os leitores ouvirem os programas em esperanto da Rádio Vaticano. Encerrando o caderno, vem uma biografia do médico esperantista espírita fluminense Guilherme Taylor March. Komunikoj pode ser lido e baixado gratuitamente pelo endereço www.editoralorenz.blogspot.com.br.

 

Mundo homenageia o centenário de falecimento do criador do esperanto

O centenário do falecimento do criador do esperanto está sendo lembrado em vários pontos do mundo. A UNESCO voltou suas atenções ao tema considerando 2017 o “Ano de Zamenhof”. A Embaixada da Polônia em Brasília realizou, em 11 de abril, uma noite de homenagens, com palestra, seguida de coquetel. Em Cuba, houve uma solenidade na Biblioteca Nacional, em Havana. No dia oito do mesmo mês, foi inaugurada em Herzberg, na Alemanha, a Praça Zamenhof.

 

Jornal Heroldo de Esperanto volta a circular

Acabou a espera! O mundo esperantista viu, no dia oito de abril, o renascimento de uma de seus mais populares jornais. Entrou em circulação o Heroldo de Esperanto. Após meses de expectativa, o jornalista Fabrício Valle conseguiu vencer as dificuldades e entregar o primeiro número da coleção de 2017.

O periódico saiu com 12 páginas, em diagramação moderna. A partir da terceira edição, o mensário terá 20.

O Heroldo de Esperanto foi criado em 1920, na Alemanha, por Teo Jung. No final do ano passado, Fabrício Valle e Paulo Lima fundaram o Grupo Social Lexus, que adquiriu os direitos de publicação. Em 25 de janeiro, Lima faleceu, o que resultou em dificuldades para a execução do projeto.

A volta do Heroldo de Esperanto é uma vitória não só de Fabrício Valle, como também de todo o movimento esperantista internacional. O primeiro número pode ser lido gratuitamente pela internet, no endereço www.heroldodeesperanto.com.

 

Esperanto serve de base para dicionário de medicina

O esperanto está incluído entre as oito línguas do Dicionário Enciclopédico de Medicina. A obra é de autoria do médico e professor universitário croata Jozefo Marević. De acordo com o autor, o livro foi concebido para ser acessível ao público em geral. A notícia do início dos trabalhos foi dada há cerca de três anos, na revista InKo, da Cooperativa Cultural dos Esperantistas. As principais línguas dos vocábulos traduzidos são o latim, o grego e o esperanto. As demais são francês, inglês, alemão, espanhol e italiano. Ao todo, são cerca de 50 mil verbetes, distribuídos em mais de 3100 páginas.

 

 

Mais uma companhia chinesa investe no uso comercial do esperanto

A companhia chinesa de frigoríficos Dengke firmou um acordo de cooperação com a Associação Esperantista de Xinxiang. O contrato foi assinado em cinco de março. O esperanto funcionará como idioma de trabalho, ajudando na divulgação internacional dos produtos e serviços da firma. Espera-se que a parceria incremente o comércio e a indústria da região. Outras empresas daquele país vêm empregando com sucesso o idioma auxiliar neutro em suas atividades.

 

Um giro pelo movimento esperantista

  • A editora russa Impeto publicou o livro Subtera Suno (O Sol subterrâneo), contendo fábulas da autoria de Dmitrij Ŝevĉenko e Anna Striganova.
  • Mais de 2500 pessoas já seguem o site Esperanto Ilustrita no Facebook.
  • O grupo esperantista Frateco, da província de Aragão, na Espanha, lançou o livro Hispana Lirika Antologio.
  • Foi lançada mais uma edição da revista Israela Esperantisto (http://esperanto.org.il/dosieroj/IE162_3.pdf).
  • O Lar de Teresa vai iniciar um curso básico de esperanto, às sextas, às três da tarde, sob a coordenação do professor Givanildo Costa.
  • A cada três meses, acontece em Praga, na República Checa, uma missa em esperanto.
  • A Associação Universal de Esperanto mantém uma campanha permanente para divulgar o idioma na mídia.
  • Toda segunda acontece reunião no Clube de Esperanto de Tel-Aviv, em Israel.
  • O filme Eu estava lá, de José Corsino Filho, pode ser visto no YouTube, com legendas em esperanto.
  • A Rádio FREI, de Erfurt, na Alemanha, transmite o programa Turíngia Internacional, inteiramente falado em esperanto.
Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado