pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Fevereiro 2016

Sobre o autor

Ângela Delou

Ângela Delou

Compartilhar -

       A linda história de amor de Nina Arueira, Clovis Tavares e da Escola Jesus Cristo está contada no filme Luz da Escola, lançado em outubro de 2015 em Campos dos Goytacazes, importante cidade do estado do Rio de Janeiro. O documentário produzido pela Versátil Digital Filmes, com a direção de Oceano Vieira de Melo comemora os 80 anos de fundação da Escola Jesus Cristo e os 100 anos de nascimento de Clovis Tavares.

 

Nina Arueira:

      As novas gerações precisam conhecer Maria da Conceição Rocha e Silva, chamada carinhosamente de Nina. Adotou o pseudônimo Nina Arueira, sendo este último o sobrenome de seu pai. Nasceu em Campos dos Goytacazes no dia 7 de janeiro de 1916 e desencarnou em 18 de março de 1935. Jornalista, escritora, líder sindical e poetisa, sua desencarnação aos 19 anos de idade mudou a vida de seu noivo Clovis Tavares para sempre.

 

Infância e adolescência:

     Aos cinco anos de idade, Nina ditava pequenas poesias que seu pai anotava. Mais tarde foram publicadas no periódico Rindo, sob o pseudônimo de “Princesa de Vera Cruz”.

     Com oito anos de idade foi escolhida para receber o primeiro bispo da cidade de Campos dos Goytacazes, em grande comemoração cívica.

     Em 1928, com doze anos de idade, seu pai desencarnou e Nina passou a ajudar sua mãe no pequeno comércio da família. Foi um período muito difícil e que provocou nela grande amadurecimento, ampliando seu senso de observação acerca das relações trabalhistas e da sociedade.

     Aos quinze anos, Nina ingressou no Liceu de Humanidades de Campos. Realizou conferências no teatro da cidade. Escreveu o manifesto À Mocidade de Minha Terra. Enfrentou muitas críticas e perseguições de outros jornalistas e da sociedade. No Liceu conheceu Clóvis Tavares e Adão Pereira. Fundaram um jornal estudantil.

     Na década de 1930, passou a frequentar a Sociedade Teosófica, em busca de um sentido religioso para sua vida. Apaixonou-se por Clóvis Tavares e a partir daí tornam-se grandes companheiros para toda a vida.

      Em 1931, já publicava poemas demonstrando sua inteligência e maturidade moral. Escreveu o seguinte conceito de Deus: “Deus é um oceano interminável e nós somos cada qual um mediterrâneo nas reentrâncias da terra”. Muito espiritualizada, Nina estava à frente de seu tempo. Sonhava com uma sociedade fraterna e defendia ideias mais liberais para as mulheres, sustentando o ideal da igualdade de direitos para homens e mulheres.

      Sua amizade com Virgilio de Paula foi fundamental, pois quando contraiu tifo foi o querido “vovô Virgilio”, como o chamava, que cuidou dela até sua desencarnação.

 

Segue abaixo parte de um dos mais belos poemas da jovem Nina Arueira:

 

“Meu espírito vibrou na mudez da matéria...
Minha alma se exaltou na vibração da luz...
Eu vivi sobre a terra na espiração sidérea
De tocar com a minha alma a lira de Jesus...

Da vida não vi mais que a enganosa aparência,
Fictício tesouro que a mim não seduziu,
Porque meu coração era feito da essência
Evolada do céu e para o céu subiu.

O mundo veio a mim cheio de adulações...
E o mundo e a sua corte, altiva, repeli...
Não conheci da vida as tristes ambições,
Mas, a ambição de lá feliz, eu conheci...”

 

Nina espírito:

     Clóvis Tavares muito sofreu após a desencarnação de Nina. Sentiu-se confortado após receber a notícia de uma comunicação de sua amada num centro espírita. Sua vida ganhou sentido e a partir daí tornou-se espírita.

     Em outubro de 1935, Clóvis fundou a Escola Jesus Cristo para crianças, tendo como modelo uma escola do plano espiritual fundada pelo espírito Nina Arueira.

      No ano seguinte, Clovis conheceu Chico Xavier e essa amizade foi muito importante para a vida do professor e escritor Clóvis Tavares. Nina foi a grande inspiradora de sua vida e, na pátria espiritual, Nina continua seu trabalho de educação amparando a criança e o jovem.

 

Homenagens a Nina Arueira:

     Casas espíritas, grupos assistenciais, mocidades espíritas e escola foram criados com o nome Nina Arueira como, por exemplo o CIEP Nina Arueira localizado no bairro da Penha, em Campos dos Goytacazes.

     Agradeçamos a Deus, pois através dos ensinamentos da Doutrina Espírita e de exemplos de vida como o de Nina e Clóvis estamos nos preparando dia a dia para a vivência da imortalidade e da justiça divina.  

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado