pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Setembro 2016

Sobre o autor

Ângela Delou

Ângela Delou

Compartilhar -

A belíssima e inesquecível cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, ocorrida no estádio do “Maracanã” no Rio de Janeiro, contou com uma novidade. Juntamente com atletas consagrados estava uma médica de um metro e meio, aproximadamente, conduzindo a bandeira olímpica. Igualmente, uma vencedora na sua desafiadora tarefa de salvar crianças com problemas cardíacos. Essa imagem correu o mundo. Você a conhece?

 

Uma vida de lutas e vitórias:

       A Dra. Rosa Célia Pimentel Barbosa, alagoana de Palmeira dos Índios, fundadora da ONG Pró-Criança Cardíaca é um dos nomes mais respeitados do País. Sua infância foi pobre. Aos 7 anos foi deixada num orfanato em Botafogo, no Rio de Janeiro.

       Perseverança, coragem e firmeza foram virtudes adquiridas e que muito a ajudaram a vencer suas múltiplas dificuldades. Cursou Medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Sem saber inglês mudou-se para Londres. Conseguiu uma bolsa de estudos.

Pelo seu inglês ruim era motivo de brincadeiras dos colegas. Até que um dia acertou um difícil diagnóstico numa paciente que examinou por algumas horas. Um caso de febre reumática, muito comum no Brasil e muito raro na Europa.  Passou a ser respeitada. Depois foi para os Estados Unidos atendendo a um convite. Ficou grávida e voltou para o Brasil.

       Em 1999 foi citada pela revista Veja Rio como uma das melhores médicas da cidade do Rio de Janeiro.

       Em 2004 foi uma das condutoras da tocha olímpica de Atenas, quando esta passou pelo Rio de Janeiro.

       Em 2007, em Roma, recebeu o título de “Embaixadora e Operadora da Paz no Mundo”.

       Em 2008 em solenidade na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, acompanhada pelo filho Pedro do Rego Monteiro, recebeu a medalha Pedro Ernesto, a mais importante comenda do município.

       Em 2012 recebeu a medalha Tiradentes, oferecida pela Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro.

       Além destas recebeu outras homenagens e premiações em reconhecimento ao seu trabalho de salvar crianças com problemas cardíacos.

 

Atendimento às crianças:

       No Pró-Criança Cardíaca as crianças têm atendimento total. Fazem consulta, eletrocardiograma, eco cardiograma, saem com os exames definidos se precisarem fazer cirurgia. Passam pelo dentista, recebem medicamentos e alimentos.

        A Dra.Rosa Célia declarou no site saúde.com.br, em matéria assinada pela jornalista Júlia Murray, o seguinte:

       “Sempre tive uma proteção com criança. Quando me formei queria fazer pediatria, mas fui levada por um professor, que era cardiologista, a seguir essa área. Sou nefrologista e cardiologista. Na cardiologia atendia adultos, mas notei, que quando estava de plantão, as crianças chegavam e ninguém sabia o que elas tinham, porque achavam que a criança era um adulto pequeno e não é, é completamente diferente. Eu fiquei pensando como ia dar plantão se iria aparecer uma criança, ia morrer sem eu saber a causa. Sim porque você pode até perder, mas tem que saber o motivo, foi aí que resolvi estudar cardiologia infantil, mas aqui ia demorar muito, então consegui uma bolsa e fui estudar em Londres.”

Campeã olímpica:

        A Olimpíada Rio 2016 deixará saudade e uma marca muito positiva em razão das muitas conquistas. Mais uma vez o povo brasileiro demonstrou seu bom humor e acolhimento recebendo os irmãos de outras terras com a tradicional hospitalidade e uma torcida vibrante.

       Histórias de superação emocionaram o público, como a atleta Rafaela Silva, que começou ainda menina na Cidade de Deus, e conquistou o ouro no judô.  

       As Paralimpíadas Rio 2016 estão chegando. Vamos prestigiar! O Brasil é campeão de medalhas!

       Vamos lembrar também da Dra. Rosa Célia, que diariamente conduz sua bandeira salvando a vida dos pequenos, espíritos que reencarnam lutando, desde cedo, pela sobrevivência!

 

Fonte:

Sites:saúde.com.br, procrianca.org.br.

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado