pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Setembro 2014

Sobre o autor

Saulo de Tarso

Saulo de Tarso

Compartilhar -

Recentemente o mundo artístico perdeu um de seus grandes nomes. Saiu de cena o ator americano Robin Williams, autor de inesquecíveis filmes. Segundo informações a causa mortis foi por asfixia. O ator desencarnou com um cinto em volta do pescoço, motivado por problemas outros cujo fator principal foi a depressão.

A ciência médica entende que a depressão é um distúrbio patológico, onde há presença de tristeza, pessimismo, baixa estima que aparecem com frequência e com alterações químicas no cérebro do deprimido, principalmente com relação aos neurotransmissores tais como: serotonina, noradrenalina e dopamina, substâncias que transmitem impulsos nervosos para as células.

Tudo o que a ciência descobriu sobre depressão são consequências de um estado. Mas afinal qual a causa da depressão?

O terapeuta de nossas vidas, Jesus, viveu intensamente o antídoto contra a depressão, o amor. Essa é a terapia que cura definitivamente a depressão. Nenhuma ciência do mundo ensina amar. Amar é uma conquista íntima que interage nas boas ações de servir, de se doar. Essa conquista é paulatina e começa com muitas vidas pretéritas.

As casas espíritas estão repletas de trabalhos edificantes, e da própria cura da depressão pelos passes magnéticos e pela dessobsessão. A própria leitura do evangelho com sua prática já é um fator de auto ajuda contra a enfermidade.

Fatores outros por certo também contribuem com a depressão tais como: o isolamento cada vez mais das pessoas, tamanha é a violência que gera a insegurança, que gera o medo e com isso afasta-nos dos momentos preciosos de amar, de fazer caridade, de se doar, sobretudo para os mais necessitados, doentes do corpo e da alma.

Estamos absorvidos pelo mundo material, da busca imediata da fama, do poder, de se preparar para as competitividades de ganhar e nunca perder. E assim a cada dia estamos nos afastando do contato com a natureza, de acariciar uma criança, de sentir o aroma de uma flor, de semear para depois colher. E na contra mão, a cada dia estamos mais próximos de entidades infelizes.

Amigo leitor, aproveite esse manancial maravilhoso que é a doutrina dos espíritos.

Nesta edição, nossos articulistas Gerson Monteiro e Jacob Melo abordam o tema depressão com profundidade e sabedoria.

“Espíritas; amai-vos, esse o primeiro ensinamento; e instruí-vos, eis o segundo”. -

Muita Paz!


Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado