pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Junho 2017

Sobre o autor

Saulo de Tarso

Saulo de Tarso

Compartilhar -

Observamos que ao longo da história da humanidade, a sociedade viveu sob regimes sejam políticos ou econômicos: império, autocracia, nazismo, oligarquia, teocracia, democracia, comunismo dentre outros. E em todos eles a sociedade viveu em crise, sobretudo a crise moral.

Buscando entender a crise passamos vistas na obra A Gênese – capítulo III, onde o codificador cita, que os males mais numerosos são os que o homem cria pelos seus vícios, os que provem de seu orgulho, sua ambição, dos seus excessos em tudo. Assim as causas das guerras e das calamidades que elas arrastam sobre a opressão dos mais fortes sobre os mais fracos.

Jesus em seus ensinos anunciava que os homens se amassem uns aos outros e se assim o fizessem, nenhuma pendência mais haveria entre eles, porque toda a questão, todo o problema resulta da falta de entendimento, de concordância entre os homens.

A doutrina espírita, vem a seu tempo sepultar os ideais materialistas que assolam a sociedade. Com o conhecimento pleno da vida espiritual, haverá desapego às coisas materiais e consequentemente o orgulho e o egoísmo darão lugar a fraternidade universal, que em seu início de transição para mundo de regeneração seja discreta a quantidade de homens de bem. Mas, logo, os legisladores, os homens públicos xx sentirão vergonha de seus altos salários, de suas mansões luxuosas, vergonha de mordomias absurdas e sobretudo deixarão de cobiçar cargos públicos com interesses próprios e contrários à sociedade.

Cabe a nós fazermos a nossa parte, seguindo os princípios morais que a doutrina apregoa. Com fé e esperança em dias melhores pois Jesus está no leme.

Muita Paz!        

Compartilhar
Topo Cron Job Iniciado