pteneofrdeites
Artigo do Jornal: Jornal Janeiro 2019

Sobre o autor

Saulo de Tarso

Saulo de Tarso

Compartilhar -

“Renovai-vos, pois, no espírito do vosso entendimento, e vesti-vos do homem novo.”

(Paulo, Efésios 4: 23-24)

 

Nada no universo fica estagnado; tudo se move tudo se transforma. Assim somos nós a cada Ano Novo: renovamos a esperança em nossos projetos, quer seja na vida social, quer seja na profissional.

A passagem do apóstolo Paulo convida-nos a novos tempos, a diferentes embates que necessitamos superar, para vencer o homem velho que habita em nós; a buscar, no Evangelho de Jesus, as forças necessárias para nossa transformação no exercício prático e contínuo da perseverança do bem, do amor ao próximo, da crítica necessária ao homem orgulhoso e vaidoso que ainda somos.

A reflexão, nesses momentos de fim e início de ano, é muito benéfica. Podemos fazer um balanço social do que poderia ter sido contabilizado como crédito, mas que acabou em débito moral: poderíamos obter um lucro melhor, mas, devido aos maus investimentos, apuramos prejuízo, cujas perdas resultam na tristeza e no arrependimento.

Somos espíritos sedentos de amor, de carinho, de amizade, de conhecimento. E, a cada amanhecer nos campos floridos da vida desse lindo planeta, observamos o desabrochar de novos lírios nas experiências terrenas. Que possamos aprender com a sabedoria divina e a coragem de sair a semear, a plantar e a regar as sementes de nossas ações, aplicando de forma correta os investimentos para, no próximo balanço, obter lucro de nossa semeadura, colhendo o perfume das rosas que cultivamos em nosso balanço social.

Temos uma ferramenta extraordinária em nossas mãos, o Espiritismo, conforme o codificador assim pontuou: “A influência do Espiritismo no progresso da sociedade se processa, não no estímulo à luta de classe, mas no campo íntimo, ampliando os horizontes sobre a natureza humana e sua destinação”.

Feliz Ano Novo e muita paz!

Compartilhar
Topo
Ainda não tem conta? Cadastre-se AGORA!

Entre na sua conta